Acompanhe:

O mercado de criptomoedas concentrou as atenções em um novo mistério nos últimos dias: um endereço de carteira digital reúne agora cerca de US$ 1,6 bilhão (R$ 8 bilhões, na cotação atual) em bitcoins. Entretanto, ninguém sabe quem é o dono desse endereço.

Dados disponíveis em diversas plataformas de monitoramento de redes blockchain permitem que os investidores tenham acesso a várias informações sobre a carteira, incluindo seu endereço, saldo total e movimentações de ativos realizadas. Porém, as redes não contêm informações sobre a identidade do dono da carteira.

As plataforma ArkhamIntel, BitInfoCharts e Blockchain.com compartilharam dados que mostram que as operações da carteira de bitcoin começaram em 2 novembro de 2022. A data chamou a atenção do mercado, já que é pouco antes da falência da corretora de criptomoedas FTX.

À época, a exchange era a segunda maior do mercado e a sua quebra gerou um efeito cascata no mercado, com outras falências e fortes desvalorizações de ativos. Mesmo assim, qualquer relação entre a carteira e a corretora é apenas especulação no momento.

Os dados apontam ainda que o responsável pela carteira foi transferindo bitcoins para ela ao longo dos últimos meses. Com isso, ele partiu de um saldo de US$ 102 no início de novembro para a marca bilionária atingida nos últimos dias. Considerando a quantidade de bitcoins, o salto foi de 0,005 unidade para 39,26 unidades.

  • Aproveite todas as possibilidades do mundo crypto. A Mynt ajuda você a explorar o melhor do mercado com segurança e diversidade de criptomoedas. Clique aqui para abrir sua conta.

Maiores carteiras de bitcoin

Com isso, o endereço passou da 83ª posição entre as carteiras com mais unidades da criptomoeda acumuladas para a 16ª posição, uma ascensão significativa em cerca de um ano. E as compras seguem em andamento: apenas nos últimos dias, foram 1.633 unidades do ativo adquiridas.

No momento, ainda não há como determinar a identidade do investidor. Em agosto deste ano, os investidores também tentaram descobrir a identidade do dono de uma carteira que adquiriu US$ 3 bilhões em bitcoin e se tornou a terceira maior detentora do ativo.

Nesse caso, porém, a empresa de inteligência de mercado Arkham Intel pôs fim ao mistério e revelou que a plataforma de negociação de ativos RobinHood é a dona da carteira digital, a partir de análises das origens de transações e compras. Atualmente, as maiores carteiras com o ativo são todas vinculadas a corretoras de criptomoedas, indicando que o novo endereço pode ter alguma ligação com esse setor ou com companhias do mercado financeiro.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Donos de token do Coritiba recebem mais de R$ 1 milhão por venda de jogador Dodô
Future of Money

Donos de token do Coritiba recebem mais de R$ 1 milhão por venda de jogador Dodô

Há 10 horas

Muitos vão desejar ter entrado no Drex assim como no início do bitcoin, diz executivo da Elo
Future of Money

Muitos vão desejar ter entrado no Drex assim como no início do bitcoin, diz executivo da Elo

Há 11 horas

Empresas de criptomoedas somam R$ 450 bilhões em investimentos desde 2017
Future of Money

Empresas de criptomoedas somam R$ 450 bilhões em investimentos desde 2017

Há 12 horas

Concurso da Caixa: banco exige conhecimentos em bitcoin, blockchain e Drex
Future of Money

Concurso da Caixa: banco exige conhecimentos em bitcoin, blockchain e Drex

Há 13 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais