Flamengo anuncia parceria global com MoonPay, empresa focada em criptomoedas e Web3

Acordo representa entrada da companhia no mercado brasileiro e deve envolver oferta de produtos como NFTs
MoonPay vai ajudar Flamengo em sua jornada digital e promover inovação em produtos e serviços voltados para a Web3 (Alexandre Vidal / Site Flamengo/Divulgação)
MoonPay vai ajudar Flamengo em sua jornada digital e promover inovação em produtos e serviços voltados para a Web3 (Alexandre Vidal / Site Flamengo/Divulgação)
C
Cointelegraph BrasilPublicado em 06/10/2022 às 15:35.

A MoonPay, empresa mundial em infraestrutura Web3, anunciou sua entrada no mercado brasileiro por meio de um patrocínio plurianual com o Clube de Regatas Flamengo.

Como parte do acordo, a MoonPay ajudará a aumentar as receitas do Flamengo e o engajamento dos torcedores com o uso de tokens não-fungíveis (NFTs) e Web3.

Além disso, segundo informou a empresa, a MoonPay também se torna patrocinadora master do time de basquete do Flamengo, a partir de outubro de 2022, no início da nova temporada. A MoonPay, que é avaliada em US$ 3,4 bilhões, opera em mais de 160 países e possui mais de 450 parceiros globais.

(Mynt/Divulgação)

Na quarta-feira, 5, o CEO da MoonPay, Ivan Soto-Wright, visitou a sede do Flamengo, na Gávea, e assistiu ao jogo contra o Internacional, no Estádio do Maracanã. Antes da partida, o clube apresentou a camisa do time basquete para a temporada 2022/2023 com os novos patrocínios.

Segundo Soto-Wright, a MoonPay vai ajudar o Flamengo em toda a sua jornada digital e promover inovação em produtos e serviços voltados para a Web3 para criar experiências e engajamento mais individualizados para os torcedores.

“NFTs e tecnologia web3 ajudaram a aumentar o engajamento e a fidelidade dos fãs, bem como criar novos fluxos de receita no valor de centenas de milhões de dólares para equipes esportivas em todo o mundo”, disse Ivan Soto-Wright, cofundador e CEO da MoonPay.

“A parceria da MoonPay com o Flamengo pode levar essa inovação a um novo patamar. Estamos empolgados em trabalhar lado a lado com a equipe para transformar o negócio dos esportes”, afirma Wright.

A parceria também foi celebrada pelo vice-presidente de Marketing e Comunicação do clube, Gustavo Oliveira que ressaltou o compromisso do time em oferecer aos fãs novas oportunidades de interação com o clube.

“Este é mais um importante contrato que estamos firmando com uma marca internacional, o que mostra o quanto estamos engajados em mais uma vez crescer o nome do Flamengo com as marcas de fora do Brasil. Este acordo inicial com a MoonPay, uma empresa de tecnologia americana inovadora, tem potencial para se tornar uma grande parceria de longo prazo", ressalta.

Mercado brasileiro é maior que o norte-americano

Soto-Wright destacou que a escolha pelo Brasil se deve a diversos fatores, entre eles o fato do país possuir um mercado com uso e penetração de criptomoedas maior que o dos Estados Unidos.

Ele afirmou que no país os brasileiros interagem mais com as diversas soluções do mercado de criptoativos e também possuem uma atuação mais intensa com o mercado.

Já sobre a escolha do Flamengo, ele afirma que ela ocorreu pois o time é uma das principas equipes do Brasil e, de acordo com Soto-Wright, uma marca muito reconhecida fora do país.

Sobre a parceria, Soto-Wright destacou que ela vai envolver diversas iniciativas para o clube e que elas serão anunciadas em breve, mas detacou que ela sela o compromisso da MoonPay com o Brasil e com o desenvolvimento do mercado cripto no país.

Para você que adora ler notícias de crypto, a Mynt é o aplicativo ideal para você. Invista e aprenda sobre crypto ao mesmo tempo com conteúdos descomplicados para todos os públicos. Clique aqui para abrir sua conta.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok