Acompanhe:

Em parceria com a Estapar, a Adyen, plataforma de tecnologia de pagamentos, pretende usar a tokenização para promover uma maior eficiência operacional na maior rede de estacionamentos do Brasil.

A Estapar pretende fazer uma análise estratégica da performance de cada estacionamento e a identificação de localidades que requerem maior ou menor oferta de vagas, a fim de maximizar a rentabilidade de cada geolocalização.

“Estamos expandindo as nossas atividades pelo país e isso demanda uma retaguarda tecnológica que dê o respaldo necessário para efetividade dessas operações”, disse o CEO da Estapar, Emílio Sanches.

A partir desta iniciativa, a tokenização é empregada para que a Estapar e a Adyen consigam identificar o usuário e facilitar o acesso ao serviço, registrando o dado do usuário e interagindo com múltiplos canais para que ele seja reconhecido independentemente da interação que tiver com a rede de estacionamentos.

  • Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas e com curadoria dos melhores criptoativos para você investir

Tokenização é cofre de referência única

“A tokenização é um cofre com uma referência única do usuário, mesmo que ele tenha múltiplos cartões de crédito”, disse Renato Migliacci, vice-presidente de vendas na Adyen.

Diferentemente de outras iniciativas no mercado, o projeto da Adyen não utiliza a tecnologia blockchain, mas é baseado em uma tecnologia própria da empresa, que controla toda a cadeia de dados do usuário até a instituição financeira.

“O objetivo da tokenização é tornar esse processo cada vez mais instintivo. A forma com a gente olha a tokenização é tentar identificar através de todas as ferramentas de dados qual é o melhor caminho para processar essa transação. Existe a tokenização da Adyen [os dados que a Adyen armazena na plataforma] e existe outra tecnologia que a Adyen opera, que é a indústria das bandeiras. Isso garante para a Estapar que você conseguiria processar transações que falhariam por qualquer motivo”, explicou Migliacci em entrevista à EXAME.

A empresa, que possui outros clientes como Uber, 99, Magazine Luiza e Dafiti, afirma ter observado uma mudança relevante no comportamento dos usuários e se baseia nisso para desenvolver suas soluções tecnológicas que facilitem a sua jornada de pagamento.

“Conseguimos observar ao longo dos anos uma mudança bastante relevante no comportamento dos usuários. Basta olharmos para a nossa forma de consumir. Isso não acontece só no brasil, a digitalização esta acontecendo no mundo todo”, disse Migliacci.

“O grande desafio que a gente tem no mercado é que o desejo, a intenção de se transformar é real. Ao mesmo tempo você encontra muito gargalo tecnológico. A busca por inovação tem que ser acompanhada de um parceiro que consiga te trazer isso. A revolução é como você consegue encontrar esse tipo de solução/provedor. Revolucionar é fazer o básico bem feito, é isso que o mercado busca. A tecnologia é um meio para um fim”, concluiu o executivo em entrevista à EXAME.

Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas e com curadoria dos melhores criptoativos para você investir

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok  

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
BCE diz que "preço justo do bitcoin é zero" e que ativo "falhou em sua promessa"
Future of Money

BCE diz que "preço justo do bitcoin é zero" e que ativo "falhou em sua promessa"

Há 3 horas

Distribuída de graça, criptomoeda ligada a ChatGPT e Inteligência Artificial sobe 770%
Future of Money

Distribuída de graça, criptomoeda ligada a ChatGPT e Inteligência Artificial sobe 770%

Há 5 horas

Bilionário diz que vai continuar comprando bitcoin "para sempre": "Não há razão para vender"
Future of Money

Bilionário diz que vai continuar comprando bitcoin "para sempre": "Não há razão para vender"

Há 5 horas

Bitcoin pode testar suporte de US$ 45 mil em "correção pré-halving", aponta analista
Future of Money

Bitcoin pode testar suporte de US$ 45 mil em "correção pré-halving", aponta analista

Há 6 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais