PayPal conversa com desenvolvedores e pode lançar criptomoeda própria

Gigante de pagamentos estaria interessada em lançar uma stablecoin, criptomoeda de valor estável, cujo preço é atrelado a ativos do mundo real

Depois de se tornar uma das primeiras grandes empresas a entrar no mercado de criptomoedas, quando disponibilizou serviços ligados ao setor aos seus usuários em 2020, o PayPal agora pretende lançar sua própria stablecoin - nome dado às criptomoedas de valor estável, cujo preço é atrelado a algum ativo do mundo real, como dólar, euro, ouro ou qualquer outro.

A informação, divulgada pelo site The Block, cita que quatro fontes ligadas à gigante de pagamentos confirmaram que a empresa está explorando a possibilidade e inclusive já conversou com alguns dos desenvolvedores dos principais protocolos de stablecoin do mundo. Uma das organizações com conversas em andamento com o PayPal é a Ava Labs, responsável pelo blockchain Avalanche.

"Como um líder do setor, o PayPal continua explorando o potencial das moedas digitais, da infraestrutura de serviços financeiros digitais e formas de melhorar o comércio eletrônico", disse uma representante do PayPal à publicação. "Como uma companhia global trabalhando com reguladores e com parceiros da indústria do mundo todo para criar a próxima geração de sistemas financeiros, a empresa tem conversas frequentes sobre tecnologias capazes de possibilitar esses objetivos".

As stablecoin são bastante populares no mercado de criptoativos, somando mais de 80 bilhões de dólares em circulação atualmente - a maior stablecoin do mundo é o tether (USDT), cujo preço é atrelado ao dólar. Esse tipo de criptomoeda é popular devido à praticidade com que possibilita trocar criptomoedas "comuns" por um ativo digital que representa o dólar ou outro ativo real, sem a necessidade de saques e conversões para moedas fiduciárias.

"Parece que eles estão mais inclinados a fazer algo com uma stablecoin parceira já existente do que construir algo eles mesmos, porque acredito que seria mais rápido, o que sem dúvida é uma das suas principais preocupações", afirmou uma das fontes ouvidas pelo site.

Depois de permitir que seus usuários comprem, vendam, guardem e utilizem criptomoedas para compras através da sua plataforma e de confirmar a aquisição da empresa de segurança de criptoativos Curv, o lançamento de uma stablecoin própria seria um avanço considerável do PayPal no mercado de criptoativos.

O PayPal também era uma das empresas participantes da Libra Association, consórcio de empresas organizado pelo Facebook que tinha como objetivo o lançamento de uma stablecoin própria chamada Libra. Em 2019, entretanto, após encândalos envolvendo a empresa de Mark Zuckerberg e do escrutínio midiático e regulatório, o PayPal deixou o projeto, hoje renomeado para Diem e que pode finalmente ser lançado até o final de 2021.

No curso "Decifrando as Criptomoedas" da EXAME Academy, Nicholas Sacchi, head de criptoativos da Exame, mergulha no universo de criptoativos, com o objetivo de desmistificar e trazer clareza sobre o funcionamento. Confira.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.