Acompanhe:

O programa de inteligência artificial ChatGPT ganhou destaque nos últimos meses por reproduzir textos realistas, ser aprovado em provas de MBA e até mesmo criar um novo sentimento humano. Mas a sua aplicabilidade vai muito além de curiosidades e entretenimento, podendo trazer melhorias para setores como o mercado financeiro, segundo um estudo da Capco, consultoria global de gestão e tecnologia dedicada ao setor de serviços financeiros do grupo Wipro.

Melhorias

Uma das possibilidades é o aperfeiçoamento do atendimento ao cliente em bancos e outras instituições do mercado financeiro. Trazendo mais naturalidade aos famosos chatbots já utilizados por empresas do setor, o ChatGPT pode ter um diálogo mais preciso com o cliente.

“A chegada do ChatGPT em novembro de 2022 – e a agora o lançamento da versão GPT-4 - representa um avanço significativo no processamento de linguagem natural (NLP) devido à sua capacidade de entender consultas complexas de linguagem natural fornecendo respostas bastante coerentes e muitas vezes corretas”, disse a Capco em um comunicado.

“Esse lançamento baseado em modelo de linguagem grande (LLM) se mostra como o prenúncio da próxima onda de chatbots poderosos, hiper personalizados e altamente adaptáveis”, explicou Alexandre Bueno, gerente sênior da Capco e head do Capco Digital Lab São Paulo.

  • Aproveite todas as possibilidades do mundo crypto. A Mynt ajuda você a explorar o melhor do mercado com segurança e diversidade de criptomoedas. Clique aqui para abrir sua conta.

O atendimento é, sem dúvidas, uma das partes mais importantes para empresas do setor financeiro, já que os problemas trazidos por clientes envolvem dados sensíveis de patrimônio e investimentos, por exemplo.

“Com isso, podem tanto direcionar perguntas a agentes especializados quanto fornecer respostas personalizadas relevantes e aconselhamento às necessidades do cliente bancário”, destacou Bueno.

Além disso, a conversão de iniciativas de marketing e a criação de um senso de comunidade podem ser facilitados pelos diálogos realistas e conteúdos personalizados criados pelo ChatGPT, aponta o estudo.

“O ChatGPT nos mostrou grandes avanços na sofisticação e a potencial aplicação das tecnologias processamento de linguagem natural (NLP) não é mais apenas um sonho. Por meio de modelos de linguagem usando dados do cliente para personalizar conteúdo, linguagem e tom de comunicação, será possível um maior nível de personalização, que pode aumentar taxas de conversão para iniciativas de marketing”, disse Bueno.

Desafios

Apesar das melhorias, programas como o ChatGPT ainda são muito novos e precisarão evoluir em determinados aspectos se quiserem se consolidar como uma opção para empresas do mercado financeiro.

Lançado há apenas alguns meses, o ChatGPT ainda fornece informações imprecisas e pode oferecer respostas enviesadas aos usuários, aponta o estudo da Capco. Desenvolvido pela OpenAI, o programa de inteligência artificial é treinado a partir de textos reais.

“Controles suficientes devem ser implementados para garantir que as respostas se mantenham no tópico e não forneçam conselhos aos usuários que possam comprometer uma organização na esfera legal. Os usuários também não devem ser capazes de conversar sobre questões em torno da política ou sociedade, por exemplo”, disse o gerente sênior da Capco e head do Capco Digital Lab São Paulo.

O ChatGPT ainda não está disponível para uso comercial, embora muitas empresas estudem a sua aplicabilidade e funcionários considerem a possibilidade de aprender a utilizar a ferramenta ao seu favor.

Uma versão profissional deve estar disponível em breve, segundo a OpenAI, como chatbot-as-a-service. Recentemente, a OpenAI anunciou uma parceria com a Microsoft.

Aproveite todas as possibilidades do mundo crypto. A Mynt ajuda você a explorar o melhor do mercado com segurança e diversidade de criptomoedas. Clique aqui para abrir sua conta.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Meta identificará conteúdos gerados por IA em luta contra desinformação
Inteligência Artificial

Meta identificará conteúdos gerados por IA em luta contra desinformação

Há um dia

CRM&Bonus se junta à Microsoft para elevar uso de IA no negócio
Inteligência Artificial

CRM&Bonus se junta à Microsoft para elevar uso de IA no negócio

Há um dia

José Dias Salvador: a inteligência artificial pode democratizar os atendimentos no setor de saúde
Um conteúdo Bússola

José Dias Salvador: a inteligência artificial pode democratizar os atendimentos no setor de saúde

Há um dia

Escassez de mão de obra no agronegócio pode ter solução: inteligência artificial
Inteligência Artificial

Escassez de mão de obra no agronegócio pode ter solução: inteligência artificial

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais