Future of Money

Bitcoin e outras criptomoedas disparam após prisão de fundador da FTX

Principais ativos do mercado cripto apresentam alta com otimismo renovado por prisão de Sam Bankman-Fried e sinais de alívio por parte de bancos centrais

Prisão de ex-CEO pode ter alimentado otimismo para melhoras no setor (Malte Mueller/Getty Images)

Prisão de ex-CEO pode ter alimentado otimismo para melhoras no setor (Malte Mueller/Getty Images)

O mercado de criptomoedas sinaliza um provável retorno do otimismo em sua reta final de 2022. A prisão de Sam Bankman-Fried, fundador da FTX, eleva a cotação das principais criptos nesta terça-feira, 13.

Com capitalização de US$ 913 bilhões, 4,1% a mais do que o dia anterior, o mercado de criptomoedas movimenta cerca de US$ 62 bilhões no momento, de acordo com dados do CoinGecko.

Praticamente um mês depois de um dos maiores colapsos da história do mercado de criptomoedas, o “caso FTX” pode estar chegando ao fim, sinalizado pela prisão de Sam Bankman-Fried. A corretora de criptomoedas saiu de segunda maior do mundo para a falência em menos de uma semana no último mês, surpreendendo e deixando muitos investidores em um prejuízo bilionário.

  • Para você que adora ler notícias de crypto, a Mynt é o aplicativo ideal para você. Invista e aprenda sobre crypto ao mesmo tempo com conteúdos descomplicados para todos os públicos. Clique aqui para abrir sua conta.

Depois de atingir mínimas anuais de aproximadamente US$ 15 mil no auge do problema da FTX, o bitcoin é cotado a US$ 17.882, com alta de 5% nas últimas 24 horas.

“O preço do bitcoin chega em um momento importante e decisivo, entre romper o fundo do ano ou recuperar terreno, uma vez que está sub-valorizado. As expectativas são boas, com a punição de maus agentes do mercado e recompensa aos que operam de maneira desalavancada e transparente. Assim, o inverno cripto vêm servindo para amadurecer o mercado cripto e prepará-lo para um futuro mais transparente e promissor”, disse Ayron Ferreira, analista chefe da Titanium Asset Management.

Já o ether, criptomoeda nativa da rede Ethereum, é cotado a US$ 1.334 e apresenta alta ainda mais significativa, em 6,5% no mesmo período, de acordo com dados do CoinGecko.

Em 27 pontos, o Índice de Medo e Ganância, utilizado para medir o sentimento do mercado cripto e auxiliar em decisões de compra e venda, sinaliza “medo” por parte de investidores. A métrica passou boa parte do ano de 2022 em “medo” e “medo extremo”.

Fed e a taxa de juros dos EUA

Outro fator que veio empurrando a cotação das criptomoedas para baixo ao longo de 2022 dá sinais de alívio neste fim de ano. O aumento na taxa de juros nos Estados Unidos pode se tornar cada vez menor, conforme sinaliza o Federal Reserve, banco central do país.

A inflação, que batia recordes dos últimos 40 anos nos Estados Unidos, fez com que a instituição realizasse uma série de aumentos em 2022, que historicamente geram aversão ao risco e prejudicam a cotação de ativos do gênero, como ações e criptomoedas.

No entanto, o Fed pode estar disposto a realizar aumentos menores daqui para frente, conforme um discurso do presidente da instituição, Jerome Powell. A próxima reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto dos EUA (FOMC) para definir isso está agendada para esta quarta-feira, 14.

“A semana promete ser agitada. Além do CPI, também haverá decisão de taxa de juros na quarta-feira. A expectativa é que o Fed aumente a taxa de juros em 0,50%, mas a direção do mercado deve ser tomada após o discurso de Powell, que acontece logo em seguida à decisão”, comentou Ayron Ferreira.

O otimismo de investidores ganhou força após a divulgação de uma entrevista da secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen.

“Acredito que até o final do próximo ano, veremos uma inflação muito menor, caso não haja um choque inesperado”, disse ela ao programa “60 minutes” da CBS.

Além de bitcoin e ether, outras criptomoedas apresentam altas significativas. Polygon, Solana e Avalanche sobem 5,9%, 5,4% e 9,1%, respectivamente, segundo dados do CoinGecko.

Para você que adora ler notícias de crypto, a Mynt é o aplicativo ideal para você. Invista e aprenda sobre crypto ao mesmo tempo com conteúdos descomplicados para todos os públicos. Clique aqui para abrir sua conta.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok

Acompanhe tudo sobre:BitcoinCriptomoedasEthereum

Mais de Future of Money

Análise: após decisão monetária do Fed, bitcoin segue em tendência de alta

Investir em bitcoin é a “forma mais fácil de ficar milionário”, diz autor de Pai Rico, Pai Pobre

Trump se apresenta como "criptopresidente" e diz que quer "bitcoin feito nos EUA"

Bitcoin dispara após divulgação do CPI: há esperanças para corte nos juros nos EUA?

Mais na Exame