ESG

Apoio:

logo_suvinil_500x252
Logo TIM__313x500
logo_unipar_500x313
logo_espro_500x313
logo_engie_500X252

Parceiro institucional:

logo_pacto-global_100x50

Pacto Global da ONU - Rede Brasil une parceiros em movimento pela educação

Iniciativa visa engajamento das empresas na pauta da educação; UNICEF e Ministério do Trabalho e Emprego são parceiros estratégicos e Globo e Yduqs são embaixadoras

Movimento busca aumento da escolaridade de funcionários e terceiros nas empresas, inclusão produtiva de jovens, com foco em Jovem Aprendiz, e desenvolvimento profissional de mulheres em áreas STEM (Adtalem Brasil/Divulgação)

Movimento busca aumento da escolaridade de funcionários e terceiros nas empresas, inclusão produtiva de jovens, com foco em Jovem Aprendiz, e desenvolvimento profissional de mulheres em áreas STEM (Adtalem Brasil/Divulgação)

Marina Filippe
Marina Filippe

Repórter de ESG

Publicado em 7 de maio de 2024 às 07h00.

O Pacto Global da ONU - Rede Brasil anuncia o lançamento do décimo Movimento da estratégia Ambição 2030, o Educa2030, nesta quarta-feira, 8, no Museu de Arte Moderna, em São Paulo. O Movimento tem como objetivo engajar as empresas a se comprometerem com metas para o avanço da educação no país a partir de três pilares principais: aumento da escolaridade de funcionários e terceiros nas empresas, inclusão produtiva de jovens, com foco em Jovem Aprendiz, e desenvolvimento profissional de mulheres em áreas STEM (grupo de carreiras em ciências, tecnologia, engenharia e matemática). O Educa2030 tem como parceiros estratégicos o UNICEF e o Ministério do Trabalho e Emprego. As embaixadoras são Globo e Yduqs.

No evento, especialistas falarão sobre cada um dos pilares do Movimento: Benilda Brito (Mútua Consultoria), Gustavo Heidrich (Unicef), Rebeca Otero (Unesco), Patrícia Mota (Fundação Itaú Social ) e João Alegria (Fundação Roberto Marinho) debaterão sobre a escolaridade no Brasil e o papel do setor privado; a astrônoma Carolina Assis falará sobre desenvolvimento profissional de mulheres no STEM; e Gustavo Silva (MTST) trará a inclusão produtiva das juventudes, com foco no jovem aprendiz.

Programação

A programação terá na abertura a presença de Paulo Marinho, diretor-presidente da Globo, Claudia Romano, presidente do Instituto Yduqs e vice-presidente do grupo educacional Yduqs,, Adriana Alvarenga (Chefe do Escritório da Unicef em São Paulo), Rebeca Otero (Coordenadora do Setor de Educação, da Unesco) e Magno Lavigne (Secretário de Qualificação,  e Fomento à Geração de Emprego e Renda, do Ministério de Trabalho e Emprego).

Durante o evento, será apresentada a Jornada do Conhecimento do Educa2030 Jovem Aprendiz, que visa capacitar empresas para a inclusão de jovens aprendizes, não apenas atendendo às obrigações legais, mas também promovendo práticas sustentáveis e socialmente responsáveis, visando o fortalecimento de empregos verdes dentro das empresas.

 A Jornada busca criar uma plataforma colaborativa, envolvendo empresas, instituições qualificadoras, organizações da sociedade civil e entidades governamentais para troca de conhecimento e criação de soluções conjuntas para fomentar o emprego de jovens aprendizes no Brasil. De acordo com as organizações, há o entendimento de que trata-se de momento decisivo para o investimento na formação e qualificação da geração que acaba de ingressar no mercado de trabalho.

“Com mais de 49 milhões de pessoas entre 15 e 29 anos, o Brasil tem uma grande oportunidade pela frente: é a hora de aproveitar a sua maior e última geração de maioria jovem. A formação profissional é fundamental para a inclusão produtiva dessa parcela da população. Uma pesquisa da Fundação Roberto Marinho mostra que 68% dos jovens em programas de aprendizagem conseguem empregos formais, destacando sua importância na transição para o mercado de trabalho", diz Gustavo Heidrich, oficial de educação do UNICEF e líder da iniciativa 1 Milhão de Oportunidades".

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), parceiro estratégico do Educa2030, desenvolveu a iniciativa Um Milhão de Oportunidades (1MiO), uma parceria intersetorial entre empresas, governos, sociedade civil e jovens que tem como objetivo fomentar oportunidades de aprendiz, estágio, primeiro emprego e formação profissional para jovens em situação de vulnerabilidade de 14 a 29 anos em todo Brasil.  Através da plataforma, é possível fazer a conexão entre os jovens aprendizes e vagas disponíveis nas grandes empresas, além de formação para os jovens em diversas competências.

“A Educação é fundamental para o avanço da Agenda 2030 e atingimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, para o crescimento social, econômico e ambiental do país. No Educa2030, que chegou para acelerar o ODS 4 de Educação, o setor empresarial tem a oportunidade de impactar positivamente a vida daqueles que fazem parte de seu ecossistema, além de aumentar a empregabilidade de diversas pessoas, sobretudo das mais vulneráveis”, comenta Carlo Pereira, CEO do Pacto Global da ONU - Rede Brasil.

O Educa2030 foi apresentado pela primeira vez em novembro do ano passado, em evento internacional durante o Fórum Mundial de Direitos Humanos, em Genebra, como o mais recente Movimento da Estratégia Ambição 2030, criada pelo Pacto Global da ONU - Rede Brasil há dois anos. A iniciativa é um chamado urgente para o setor privado assumir metas públicas para o avanço dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Os outros nove Movimentos são: +Água, Ambição NetZero, Conexão Circular, Elas Lideram 2030, Impacto Amazônia, Mente em Foco, Raça é Prioridade, Salário Digno e Transparência 100%.

 

 

Acompanhe tudo sobre:EducaçãoPacto Global da ONU no Brasil

Mais de ESG

Quanto o veículo elétrico precisa rodar para ser a melhor opção para o meio ambiente?

Amazônia: aquecimento das águas dos lagos expõe situação crítica

Em Belém, investidores e startups se reúnem para promover negócios sustentáveis na Amazônia

Bromélia da Amazônia pode ser alternativa ao plástico do petróleo

Mais na Exame