Mercado Livre investe R$ 24 milhões em quatro projetos de regeneração ambiental

Além do Brasil, que já conta com dois projetos em curso desde o ano passado, o programa vai apoiar a restauração de um aquífero no México
Regenera América: projeto atua na preservação de bioma degradados (Mercado Livre/Reprodução)
Regenera América: projeto atua na preservação de bioma degradados (Mercado Livre/Reprodução)
Por André LopesPublicado em 13/06/2022 16:09 | Última atualização em 13/06/2022 16:10Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O Mercado Livre vai liberar mais uma rodada de investimentos de R$ 24 milhões no programa Regenera América, que atua na recuperação dos principais biomas da América Latina, região que abriga 40% da biodiversidade do planeta.

Receba gratuitamente a newsletter da EXAME sobre ESG. Inscreva-se aqui

Neste ano, quatro projetos receberão esse investimento no Brasil, assim como o programa chega ao México, com o apoio a grande um projeto local e investimento similar. Ao todo, serão investidos R$ 87 milhões na região, sendo que R$ 39 milhões já foram aplicados no ano passado.

Lançado em 2021, além de contribuir para a preservação da biodiversidade, integrando e gerando renda para as comunidades locais, o Regenera América ratifica e estimula os processos locais de restauração e conservação ambiental.

Dentre as ações de impacto socioeconômico está o pagamento por serviços ambientais para pequenos agricultores. Além de gerar trabalho e renda para suas famílias, os créditos de carbono emitidos podem ser  vendidos e o dinheiro reinvestido em seus empreendimentos, criando assim um ciclo socioeconômico virtuoso.

A ideia é atuar, principalmente, na regeneração da Mata Atlântica, o bioma mais degradado do país. Com isso, o programa vai financiar um projeto piloto no bioma amazônico, um dos mais importantes e ameaçados do país.

O Regenera, em conjunto com os braços 'Conservador da Mantiqueira', liderado pela The Nature Conservancy (TNC), e o 'Corredores de Vida', implementado pelo Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPÊ), irão restaurar mais de 2,9 mil hectares de Mata Atlântica, o equivalente a 7 milhões de árvores que, ao longo de seu crescimento em 25 anos, sequestrarão mais de 700 mil toneladas de carbono.

Cientificamente eficazes no combate às mudanças do clima, a conservação e a regeneração geram créditos de carbono, uma vez que os biomas capturam e armazenam o carbono emitido, fornecendo ainda uma variedade de serviços ecossistêmicos vitais, como ar puro, água limpa, solos saudáveis, alimentos, matérias-primas, dentre outros.

Veja Também

Renato Krausz: o ESG num mundo com febre
Um conteúdo Bússola
Há 21 horas • 3 min de leitura

Renato Krausz: o ESG num mundo com febre

ESG e propósito: por que e para quem mudar o mundo
Um conteúdo Bússola
Há 2 dias • 3 min de leitura

ESG e propósito: por que e para quem mudar o mundo

ESG: Por um produtivismo verde
Um conteúdo Bússola
Há 5 dias • 4 min de leitura

ESG: Por um produtivismo verde