Acompanhe:

Energia solar chega a 17% da potência instalada no Brasil

O país ultrapassou a marca de 39 gigawatts originados em fontes fotovoltaicas desde 2012; tecnologia solar evitou a emissão de 47,7 milhões de toneladas de CO2

Modo escuro

Continua após a publicidade
Energia: a tecnologia solar é usada em 99,9% das conexões de geração distribuída no Brasil (Wang Jianwei/ Xinhua/Divulgação)

Energia: a tecnologia solar é usada em 99,9% das conexões de geração distribuída no Brasil (Wang Jianwei/ Xinhua/Divulgação)

Com dois gigawatts (GW) de energia solar adicionados somente este ano, o Brasil acaba de ultrapassar a marca de 39 gigawatts (GW) de potência instalada da fonte fotovoltaica desde 2012, somando as usinas de grande porte e de geração distribuída (telhados, fachadas e pequenos terrenos), o equivalente a 17% da potência instalada operacional da matriz elétrica do País, informou a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar).

De acordo com a entidade, desde 2012 a fonte solar já trouxe ao Brasil mais de R$ 189,3 bilhões em novos investimentos, mais de R$ 51,6 bilhões em arrecadação aos cofres públicos e gerou cerca de 1,1 milhão de empregos acumulados. Com isso, também evitou a emissão de 47,7 milhões de toneladas de CO2 na geração de eletricidade.

Amplitude

No segmento de geração distribuída de energia, são 26,8 GW de potência instalada da fonte solar. Isso equivale a cerca de R$ 134,9 bilhões em investimentos, R$ 33,4 bilhões em arrecadação e mais de 805,2 mil empregos acumulados desde 2012, espalhados pelas cinco regiões do Brasil. A tecnologia solar é utilizada atualmente em 99,9% de todas as conexões de geração distribuída no País, liderando com folga o segmento.

Já no segmento de geração centralizada, o Brasil possui cerca de 12,2 GW de potência instalada em usinas solares de grande porte. Desde 2012, os empreendimentos fotovoltaicos já trouxeram ao País cerca de R$ 54,3 bilhões em novos investimentos e mais de 366,6 mil empregos acumulados, além de proporcionarem uma arrecadação aos cofres públicos que supera R$ 18,2 bilhões.

Segundo Rodrigo Sauaia, CEO da Absolar, a fonte solar é uma alavanca para o desenvolvimento social, econômico e ambiental do País, em especial com a oportunidade de uso da tecnologia na habitação de interesse social, como casas populares do programa Minha Casa Minha Vida, bem como em escolas, hospitais, postos de saúde, delegacias, bibliotecas, museus e parques.

"O avanço da energia solar fortalece a sustentabilidade e amplia o protagonismo internacional do Brasil, além de aliviar o orçamento das famílias e reforçar a competitividade dos setores produtivos brasileiros", destacou Sauaia.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Startup desenvolve solução feita com resíduos para captar CO2 da mineração
ESG

Startup desenvolve solução feita com resíduos para captar CO2 da mineração

Há 9 horas

Setor solar: empreendedores vão ter acesso a qualificação para alavancar resultados
ESG

Setor solar: empreendedores vão ter acesso a qualificação para alavancar resultados

Há 9 horas

MDIC anuncia empresas selecionadas para programa de mobilidade verde
ESG

MDIC anuncia empresas selecionadas para programa de mobilidade verde

Há 17 horas

Energia nuclear é defendida como alternativa na transição energética
ESG

Energia nuclear é defendida como alternativa na transição energética

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais