Esfera Brasil
Um conteúdo Esfera Brasil

Cibercrimes: Ministro da Justiça fala de parceria com Febraban

Anderson Torres fala de ações para conter fraudes digitais e golpes cada vez mais complexos

 (Isac Nóbrega/PR/Flickr)

(Isac Nóbrega/PR/Flickr)

Quantas operações financeiras você já fez apenas utilizando o seu celular ou computador? Segundo uma pesquisa da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), 67% das transações bancárias realizadas no Brasil, em 2020, foram através de canais digitais.

O aumento de facilidade também expôs a população às fraudes digitais e golpes cada vez mais complexos.

Em entrevista para Esfera Brasil, o ministro da Justiça, Anderson Torres, afirmou que a Polícia Federal, em parceria com a Febraban, inaugurou, no fim de junho, uma área de repressão aos crimes cibernéticos.

“As operações da PF são integradas e coordenas pelo Ministério da Justiça, a fim de responsabilizar os infratores digitais, muitos deles que atuam até de fora do país.”

O diretor da Polícia Federal, Márcio Nunes de Oliveira disse que “vira e mexe consegue desbaratar algumas quadrilhas que fazem roubos, principalmente de equipamentos eletrônicos”.

Explicou, no entanto, que a grande maioria desses roubos não são atribuição da Polícia Federal, apenas aqueles que tem a questão da interestadualidade: “aí nós atuamos tanto na questão da repressão quanto da prevenção, de maneira mais próxima das forças estaduais, das forças do próprio Ministério da Justiça”.

Mais de Esfera Brasil

Museu das Amazônias terá US$ 800 mil do Banco de Desenvolvimento da América Latina e Caribe

BNDES monta escritório em Porto Alegre para apoio a empresários gaúchos

Utilização de fontes renováveis de energia garante economia de R$ 6,5 mi à Multiplan

Governo já trabalha nos sistemas para apuração e distribuição do IBS e da CBS

Mais na Exame