Jay-Z, estrela do dia no Grammy, é atacado por Trump

Jay-Z, que liderou as nomeações do prêmio, foi atacado pelo presidente no Twitter depois de fazer um comentário sobre o desemprego dos negros nos EUA
Jay-Z ao lado da esposa Beyonce e a filha durante a premiação: Trump apontou o recorde de níveis mínimos de desemprego (Christopher Polk/Getty Images)
Jay-Z ao lado da esposa Beyonce e a filha durante a premiação: Trump apontou o recorde de níveis mínimos de desemprego (Christopher Polk/Getty Images)
A
AFP

Publicado em 29/01/2018 às 10:54.

Última atualização em 29/01/2018 às 10:59.

Jay-Z, que liderou as nomeações deste domingo ao Grammy, foi atacado pelo presidente Donald Trump no Twitter depois de fazer um comentário sobre o desemprego dos negros nos Estados Unidos.

O presidente Donald Trump criticou Jay-Z no Twitter, provavelmente em resposta às críticas formuladas pela estrela do rap a Trump em uma entrevista.

"Que alguém informe por favor a Jay-Z que graças às minhas políticas, o desemprego entre os negros aparece nos últimos relatórios no mais baixo nível já registrado!", tuitou o presidente.

Trump apontou o recorde de níveis mínimos de desemprego para as minorias americanas, embora os críticos destaquem que a expansão econômica do país começou muito antes, ainda sob o governo de Barack Obama.

Jay-Z, que com sua mulher Beyonce se tornou amigo e aliado político de Obama, disse em uma entrevista difundida no sábado na CNN que os comentários depreciativos de Trump em relação às pessoas negras encobriam os dados de desemprego.