Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

Dilma: Brasil está pronto para mais medidas no câmbio

Dilma ressaltou que o Brasil não está interessado em colocar suas reservas internacionais em um fundo de estabilização para socorrer a Grécia

São Paulo - A presidente Dilma Rousseff disse nesta quinta-feira que o Brasil está preparado para tomar medidas adicionais para garantir a estabilidade do real, que enfrenta um de seus pregões mais voláteis nos últimos anos.

"(Estamos tomando) as mesmas medidas de sempre" para controlar a taxa de câmbio, disse Dilma em entrevista coletiva em Nova York.

"Neste momento, que é um momento de volatilidade dos mercados, de nervosismo dos mercados, a nossa atitude é de calma, tranquilidade e de estabilizar todo o processo", acrescentou.

O dólar chegou a ser negociado a 1,95 real pela manhã, antes de reverter as perdas após os comentários de Dilma e uma venda surpresa pelo Banco Central (BC) de 2,75 bilhões de dólares em contratos de swap tradicionais.

Dilma disse também ser necessária uma ação coordenada para resolver a crise da dívida grega, que desencadeou turbulências nos mercados financeiros globais, incluindo no Brasil.

"Consideramos que é importantíssimo que a prioridade seja dada para a solução da crise soberana, que se constitua um processo de resgate ordenado, de qualquer forma, ordenado da Grécia", disse, acrescentando que o mundo não pode esperar até uma reunião do G20 no início de novembro para uma solução para a crise grega.

No entanto, Dilma ressaltou que o Brasil não está interessado em colocar suas reservas internacionais em um fundo de estabilização para socorrer a Grécia.

Dilma acrescentou que o Brasil ainda está preocupado com a inflação, que superou uma taxa anualizada de 7 por cento e que pode piorar caso o real continue a se enfraquecer. Mas, segundo ela, "tudo indica que a tendência internacional é deflacionária".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também