Campanha pede que governos da UE adotem "Taxa Robin Hood"

Coletivos pedem aos governos que "não cedam perante a pressão do setor financeiro" e que cheguem a acordo sobre um imposto que está sendo negociado desde 2011

Madri - Mais de 10 mil organizações e sindicatos de 20 países lançaram nesta terça-feira a campanha "The Time Is Now" para exigir dos governos um acordo sobre o Imposto às Transações Financeiras (ITF) ou "Taxa Robin Hood", no Conselho de Assuntos Econômicos e Financeiros da UE (Ecofin) de junho.

Estes coletivos pedem aos governos que "não cedam perante a pressão do setor financeiro" e que cheguem "a um acordo histórico" sobre um imposto que está sendo negociado desde 2011 e que ajudará a lutar contra a pobreza e os estragos da mudança climática, segundo o comunicado publicado hoje.

"O ITF é um imposto justo que obrigará o pagamento de impostos por parte daqueles que foram responsáveis pela crise, e também ajudará a evitar a especulação", diz a nota.

O comunicado foi assinado pela Aliança Espanhola pela Taxa Robin Hood e pela Plataforma "ITF JÁ!, Paraísos Fiscais, NÃO", que englobam, entre outras, as organizações Oxfam Intermon, Ajuda em Ação, Médicos do Mundo, Greenpeace, e os sindicatos espanhóis UGT e CCOO.

A nova campanha conta com o apoio de personalidades europeias.

As organizações signatárias também criaram uma site na qual os cidadãos podem mostrar apoio ao imposto, e enviaram uma carta conjunta aos chefes do governo dos dez países europeus que fazem parte das negociações para pedir um acordo no próximo Ecofin de 17 de junho.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.