Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

ANP eleva preços para subsídio ao diesel em parte do país; Petrobras segue

Com a mudança, a Petrobras elevou o preço de venda do seu diesel na refinaria em 0,728 por cento, para uma média de 1,8115 reais por litro

Modo escuro

Diesel: O programa de subsídios ao diesel está previsto para acabar ao final deste ano (Dhiraj Singh/Bloomberg)

Diesel: O programa de subsídios ao diesel está previsto para acabar ao final deste ano (Dhiraj Singh/Bloomberg)

R
Roberto Samora, da Reuters

Publicado em 14 de dezembro de 2018, 20h20.

São Paulo - Os preços de comercialização de óleo diesel no país instituídos dentro do programa de subsídio ao combustível vão subir cerca de 1,8 por cento no período de 16 a 31 de dezembro, ante a primeira parte do mês, nos estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste, publicou nesta sexta-feira, 14, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Periodicamente, o programa instituído pelo governo após os protestos dos caminhoneiros tem novos preços de comercialização nos quais se baseiam os subsídios. Os critérios para a definição dos valores levam em conta o câmbio e a cotação do petróleo, entre outros fatores.

A variação no preço de comercialização influencia a cotação definida pela Petrobras, uma vez que a empresa e outras participantes do programa precisam seguir as referências da ANP para receber os subsídios.

Com a mudança, a Petrobras elevou o preço de venda do seu diesel na refinaria em 0,728 por cento, para uma média de 1,8115 reais por litro.

A alta do diesel da Petrobras, que reflete uma média de todas as regiões do país, ocorreu apesar de uma redução definida pela a ANP na referência para o Norte e Nordeste.

Para os Estados do Nordeste, incluindo Tocantins, o preço de comercialização no programa de subsídio foi reduzido em 1,13 por cento. Para os do Norte, excluindo Tocantins, a valor caiu 2,42 por cento.

No Sudeste, a cotação será elevada 1,84 por cento, para 1,8524 por litro.

No Sul, o aumento será de 1,80 por cento, para 1,8355 reais por litro, enquanto no Centro-Oeste a alta será de 1,76 por cento, para 1,9341 reais.

O programa de subsídios ao diesel está previsto para acabar ao final deste ano.

Últimas Notícias

ver mais
Retomada imobiliária na China vai impulsionar metais, diz BHP
Economia

Retomada imobiliária na China vai impulsionar metais, diz BHP

Há um dia
Anfavea projeta venda de até 300 mil veículos a mais em 2023
Economia

Anfavea projeta venda de até 300 mil veículos a mais em 2023

Há um dia
Secretária do Tesouro dos EUA estende prazo para suspender o teto da dívida até 5 de junho
Economia

Secretária do Tesouro dos EUA estende prazo para suspender o teto da dívida até 5 de junho

Há um dia
Indicados para diretorias do BC não serão bancada de oposição a Campos Neto, diz Haddad
Economia

Indicados para diretorias do BC não serão bancada de oposição a Campos Neto, diz Haddad

Há um dia
icon

Branded contents

ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais