Meses antes de impactar China, traços do coronavírus apareceram na Espanha

Segundo universidade espanhola, indícios do vírus causador da covid-19 apareceram em uma amostra coletada em esgoto de Barcelona
Coronavírus: microrganismo começou a impactar o mundo em dezembro de 2019, na China, mas apareceu antes na Espanha (Radoslav Zilinsky/Getty Images)
Coronavírus: microrganismo começou a impactar o mundo em dezembro de 2019, na China, mas apareceu antes na Espanha (Radoslav Zilinsky/Getty Images)
D
Da Redação

Publicado em 27/06/2020 às 12:46.

Última atualização em 27/06/2020 às 12:47.

O novo coronavírus, causador da pandemia da covid-19, começou a impactar o mundo em dezembro, quando os primeiros casos da doença foram reportados em Wuhan, na China. Cientistas, no entanto, mostraram que o microrganismo pode ter aparecido bem antes disso — e em outro país.

A Universidade de Barcelona comunicou, nesta sexta-feira, 26, que virologistas espanhóis identificaram traços do vírus em uma amostra coletada de esgoto da capital da Catalunha em março de 2019.

Se houver confirmação de que o vírus estava, de fato, presente na Espanha anteriormente, pode-se concluir que a covid-19 apareceu bem antes do que o imaginado pela comunidade científica.

As informações sobre o estudo foram obtidas pela agência Reuters. Segundo o time de cientistas da Universidade de Barcelona, o descoberta foi feita enquanto eram feitos testes com amostras de esgoto de abril de 2020 para identificar a possibilidade de novos surtos virais. No processo, a instituição resolveu testar amostras mais antigas.

De acordo os pesquisadores, os níveis de SARS-CoV-2 foram baixos, mas o suficiente para o resultado positivo. Mais testes serão feitos para uma resposta mais precisa.