Casual

Retocado por fora, Volkswagen Up! fica mais refinado por dentro

Subcompacto teve gama de versões reduzida, mas está mais completo e oferece novos equipamentos

VW Up!: para-choques mais evidente aumentou as dimensões do subcompacto (Volkswagen/Divulgação)

VW Up!: para-choques mais evidente aumentou as dimensões do subcompacto (Volkswagen/Divulgação)

DR

Da Redação

Publicado em 5 de abril de 2017 às 11h25.

A inspiração veio da Europa, mas o Volkswagen Up! 2018 que será vendido no Brasil tem estilo próprio. O modelo, que chega às lojas no final de abril, foi apresentado hoje com mudanças na frente, na traseira e no interior.

Na dianteira, o Up! tem novo para-choque mais pronunciado com faixa preta na parte central, e faróis com frisos cromados nas bordas que se integram visualmente ao friso colocado na base da grade. Os TSI ainda terão um friso vermelho na grade.

Na traseira, o novo para-choque tem linhas mais horizontais, vincos em volta de refletores e base pintada de preto, o que dá a impressão de que o Up! está mais largo. O fato é que o Up! ficou 8,4 cm mais comprido (totalizando 3,68 m) só por ter ganhado novos para-choques.

Novo Volkswagen Up!

Versão Connect será equipada apenas com o motor 1.0 TSI (Volkswagen/Divulgação)

As lanternas também são novas: usam tecnologia que a Volks chama de “tripla injeção” (com elementos em vermelho, preto e transparente) para ficarem parecidas com as lanternas de leds do Up! europeu. Mas as nossas usam lâmpadas convencionais. A versão High ainda tem friso cromado na base da tampa.

Nas laterais, a versão Take Up! terá novas calotas aro 14″, o Move Up! terá novas rodas aro 14″ de série e o High Up! mantém rodas aro 15″, também com novo desenho. As versões TSI ganham logotipo da versão nas colunas “B”.

Interior refinado

A opção de duas portas para o Take Up! (até então a mais acessível, por R$ 35.560) foi descontinuada. Aparentemente, a intenção da Volkswagen é tirar do Up! a imagem de carro de entrada, função que passará a ser cumprida cada vez mais pelo Gol atual – que continua a ser oferecido com duas portas.

Prova disso é que a partir de agora a versão High será vendida apenas com o motor 1.0 TSI. Para arrematar, o interior ficou mais sofisticado, assim como o pacote de equipamentos.

Novo Volkswagen Up!

Suporte para o celular é de série em todas as versões (Volkswagen/Divulgação)

Note que o volante passou a ser o mesmo de Golf, Fox e Gol, com comandos para o som e o computador de bordo, que ficou mais completo: o quadro de instrumentos passa a ser o mesmo do Fusca, com tela de LCD maior e iluminação branca, bem como conta-giros e marcador de combustível mais visíveis.

Novo Volkswagen Up!

Novo painel de instrumentos é parecido com o do Fusca, com nova tela para o computador de bordo (Volkswagen/Divulgação)

Se no Take o painel é feito em uma única peça, nos High e Move o painel recebe parte central com novo acabamento, que muda de acordo com a versão, e até um filete de LED branco para iluminar toda a parte inferior do painel. Ainda tem suporte para celular com porta USB integrada na parte superior do painel.

Novo Volkswagen Up!

Central multimídia Composition Phone tem tela de 5 polegadas e funciona integrada ao celular (Volkswagen/Divulgação)

Ainda não há espaço para colocar uma central multimídia de verdade no Up!. A resposta da Volkswagen a essa demanda foi oferecer como opcional o rádio “Composition Phone”, que se integra ao smartphone no topo do painel por meio do app Maps+More e substitui o antigo Maps&More.

Este sistema tem tela colorida de 5″, que mostra atalhos para agenda de telefone, músicas salvas no celular e chamada para o Volkswagen Service.

Novo Volkswagen Up!

Nos modelos mais simples, sistema de som básico (Volkswagen/Divulgação)

O celular, por sua vez, também passa a exibir informações de consumo e o navegador GPS, por meio de mapas fornecidos pela Tom Tom salvos no celular, mas que contam com informações de trânsito em tempo real.

Outros novos equipamentos disponíveis para o Up! são as cornering lights, que usam os faróis de neblina para iluminar a parte de dentro de uma curva abaixo dos 40 km/h, o retrovisor direito com função tilt-down e os sensores de chuva e de luminosidade, equipamentos ainda raros entre os compactos.

Gama mais enxuta

Com o fim do Up! duas portas, a versão Take com quatro portas passa a ser a opção de entrada. Sempre com motor 1.0 3 cil. MPI (aspirado) de 82 cv e 10,4 mkgf, tem rodas de aço aro 14″ com novas calotas, banco do motorista com regulagem de altura, alerta sonoro dos faróis acesos, chave do tipo canivete e lavador, limpador e desembaçador do vidro traseiro, iluminação no porta-malas e suporte para celular e entrada USB para carregar o telefone.

Direção elétrica, coluna de direção com ajuste de altura, ar-condicionado, vidros dianteiros com acionamento elétrico e travamento das portas elétrico são opcionais do pacote “Take completo”.

Novo Volkswagen Up!

Faróis de neblina são do tipo “cornering light”, ajudando a iluminar em curvas (Volkswagen/Divulgação)

A versão Move é a mais abrangente. Estará disponível com o motor 1.0 MPI com câmbio manual e automatizado I-Motion, e com o 1.0 3 cil. TSI (turbo com injeção direta) de 105 cv e 16,8 mkgf de torque.

Tem de série volante multifuncional revestido de couro, computador de bordo, faróis de neblina, rodas de liga leve 14”, espelhos retrovisores externos com luzes de seta integradas e função tilt down do lado direito, sensor de estacionamento traseiro e para-sol com espelho do lado do motorista e do passageiro.

Todos os modelos com motor TSI ganham painel com iluminação ambiente e podem ser equipados com o rádio Composition Phone. Além disso, como antes, todos os turbinados são equipados com controle de tração – mas não o de estabilidade.

Agora vendida apenas com o motor TSI, a versão High tem exclusividade sobre os sensores de chuva e de luminosidade (crepuscular) e a função Coming & Leaving Home, que mantém os faróis acesos por 30 segundos ao trancar ou destrancar o veículo. As cornering lights também são exclusivas dele. O rádio Composition Phone e revestimento de couro nos bancos são opcionais.

Por ser vendido apenas na configuração turbo, o High Up! perde a opção de câmbio automatizado iMotion, compatível apenas com o motor MPI.

Novo Volkswagen Up!

Lanternas foram escurecidas, e para-choques traseiro é novo (Volkswagen/Divulgação)

A Volkswagen aproveitou para apresentar o Up! Connect como série de lançamento. Tendo como base o Move TSI, tem retrovisores e teto pintados de preto, interior escurecido, adesivo na soleira das portas, faixa lateral alusiva à versão, roda de liga leve 15” diamantada e o sistema de som Composition Phone. Ela estará disponível nas cores Laranja Habanero, Azul Lagoon e Prata Sírius.

O Volkswagen Cross Up! 2018 será mostrado ainda em abril, antes da chegada do modelo às lojas. Ficam faltando os preços, que serão divulgados até o final do mês.

O ganho em equipamentos certamente terá sua contrapartida com um aumento de valores, mas por enquanto a marca não comunicou nem mesmo estimativas.

Este conteúdo foi originalmente publicado no site da Quatro Rodas.

Acompanhe tudo sobre:CarrosVeículosVolkswagenVW Up!

Mais de Casual

O supercarro português de luxo que chega ao mercado por R$ 9 milhões

Dia Nacional do Coquetel: 9 drinques clássicos revisitados para provar em São Paulo

Dia Mundial do Uísque: sete bares com drinques autorais para aproveitar a data em São Paulo

Um por mês e sem hora para acabar. Pesquisa mostra como é o churrasco do brasileiro

Mais na Exame