Acompanhe:

Professora se inspira em 'Harry Potter' para decorar sala de aula

A iniciativa da professora encantou milhares de pessoas e a publicação viralizou - foram mais de 172 mil compartilhamentos

Modo escuro

Continua após a publicidade
Sala decorada pela professora: nas estantes há malas e gaiolas de corujas iguais as do filme (Arquivo pessoal/ Tressa Mellow/ Facebook/Divulgação)

Sala decorada pela professora: nas estantes há malas e gaiolas de corujas iguais as do filme (Arquivo pessoal/ Tressa Mellow/ Facebook/Divulgação)

E
Estadão Conteúdo

Publicado em 6 de setembro de 2018 às, 12h13.

São Paulo - A professora Tressa Bargella dá aula para a terceira série do ensino fundamental em uma escola na Pensilvânia, nos Estados Unidos, e resolveu receber seus novos alunos com uma surpresa: uma sala de aula com decoração inspirada em Hogwarts, de Harry Potter.

Na entrada, há uma reprodução da fachada de Hogwarts, parede com uma placa da plataforma 9 3/4. No teto da sala, estão penduradas bandeiras das casas Griffnoria, Sonseria, Lufa Lufa e Corvinal; nas estantes há malas e gaiolas de corujas iguais as do filme; um totem elege o "bruxo número 1 da semana"; em um mural, há exemplares do jornal O Profeta Diário pendurados, entre muitos outros detalhes.

E a imersão no universo Harry Potter não parou por aí: a professora fez questão de fazer uma carta personalizada para cada aluno imitando a carta de aceitação de Hogwarts.

"Tudo terminado! Eu estou completamente exausta, mas valeu a pena. Eu realmente não sei dizer quantas horas isso levou, mas, no fim, eu passei mais tempo aqui do que em casa em alguns dias e agora é um lugar muito feliz. Espero que meus novos pequenos bruxinhos adorem estar dentro das paredes de Hogwarts assim como eu! Um novo ano mágico!", publicou a professora Tressa em seu Facebook, junto às fotos mostrando o resultado do trabalho.

A iniciativa da professora encantou milhares de pessoas e a publicação viralizou - foram mais de 172 mil compartilhamentos.

Em entrevista ao Good Morning America, Tressa falou: "Harry Potter é tão compreensível. Ele luta com muitos dos mesmos problemas que eles [os alunos] lutam. Uma vida difícil em casa, problemas com bullying, fazer novos amigos e aceitar quem são."

No primeiro dia de aula, os pais entraram na sala junto aos alunos, e puderam observar a surpresa. As crianças adoraram, segundo ela. "Eles entraram com os olhos arregalados e ficaram de boca aberta", disse.

A professora é fã de Harry Potter por conta de sua filha mais velha, e espera incentivar os seus alunos a lerem a saga de livros também. "Do ponto de vista literário, é ótimo. Nós já começamos o primeiro livro e espero que consigamos ler dois ou três nesse ano. Depois disso, os livros ficam um pouco mais obscuros", comentou.

Ela disse ainda que, ao tornar o ambiente da sala de aula mais divertido e acolhedor, pretende deixar o aprendizado mais fácil. "As crianças estão sob muita pressão. Algumas têm ansiedade e qualquer coisa que eu possa fazer para deixar mais divertida a experiência de aprender, faz as coisas melhorarem", ela falou.

Últimas Notícias

Ver mais
PCE: índice de inflação nos EUA mantém queda e vai a 2,4% em janeiro
Economia

PCE: índice de inflação nos EUA mantém queda e vai a 2,4% em janeiro

Há 5 horas

O que se sabe sobre o projeto Maven, o programa militar de IA dos EUA
Inteligência Artificial

O que se sabe sobre o projeto Maven, o programa militar de IA dos EUA

Há 9 horas

Novo Ensino Médio: ministro reconhece falhas e procura relator dois meses após última conversa
Brasil

Novo Ensino Médio: ministro reconhece falhas e procura relator dois meses após última conversa

Há 9 horas

Inflação nos EUA: o que esperar do PCE de janeiro - e por que é decisivo para os juros americanos?
seloMercados

Inflação nos EUA: o que esperar do PCE de janeiro - e por que é decisivo para os juros americanos?

Há 20 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais