Obras do arquiteto Frank Lloyd Wright entram para o Patrimônio Mundial

Guggenheim e outros sete prédios do americano, símbolos de sua "arquitetura orgânica", foram inscritos neste domingo

O museu Guggenheim de Nova York e outros sete prédios do americano Frank Lloyd Wright, símbolos de sua “arquitetura orgânica”, foram inscritos neste domingo no Patrimônio Mundial da Unesco, que destacou seu “forte impacto no desenvolvimento da arquitetuta moderna na Europa”.

Quase todas concebidas e construídas na primeira metade do século XX nos Estados Unidos, as obras “são uma amostra da arquitetura orgânica elaborada por Wright, que se caracteriza, principalmente, por um plano aberto, uma falta de clareza dos limites entre o exterior e o interior, e o uso inédito de materiais como aço e cimento”, assinala o comunicado da Unesco.

Com a decisão de hoje, os Estados Unidos contam agora com 24 sítios na lista do Patrimônio Mundial. “Essas construções mostram a influência de Wright nos rumos da arquitetura no mundo inteiro”, assinalou o Departamento de Estado americano.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.