Casual

Mahré Hotel é novo refúgio paradisíaco em São Miguel dos Milagres; conheça

A propriedade tem 30 suítes distribuídas em um terreno de mais de 40 mil metros quadrados à beira do mar, em frente à segunda maior barreira de corais do mundo

Área da piscina do Mahré Hotel. (Rui Nagae /Divulgação)

Área da piscina do Mahré Hotel. (Rui Nagae /Divulgação)

Júlia Storch
Júlia Storch

Repórter de Casual

Publicado em 30 de abril de 2024 às 07h35.

São Miguel dos Milagres é uma pequena cidade alagoana que faz parte da chamada Rota Ecológica e encanta por sua simplicidade, praias vazias, piscinas naturais e coqueiros a perder de vista. O destino perfeito para aqueles que buscam um refúgio para entrar em contato com a natureza. Em meio a uma natureza paradisíaca está o Mahré Hotel, inaugurado no final de 2023.

Dos mesmos proprietários da Pousada Haya, a nova propriedade tem 30 suítes distribuídas em um terreno de mais de 40 mil metros quadrados à beira do mar, em frente à segunda maior barreira de corais do mundo.

Projetado pelos escritórios Agra e Lemos e João Armentano, o Mahré está localizado na praia de Milagres, com o pé na areia e águas transparentes, quentes e calmas.

Suíte do Mahré Hotel (Rui Nagae/Divulgação)

Com suítes com piscinas e jardim privativos, cama king size, sala integrada, enxoval Trousseau e amenities Bulgari, o Mahré foi concebido para que o hóspede se sinta em casa. Fora das suítes há ainda uma piscina com raia semiolímpica, serviço exclusivo para hóspedes na praia, rooftop com área aberta para o mar e vista do pôr do sol sobre o lago.

O restaurante do hotel está sob o comando do premiado chef carioca Rafa Gomes, que tem restaurantes no Rio de Janeiro (Itacoa e Tiara) e em Paris (Itacoa Paris). Para completar, há três bares com drinques autorais assinados pela especialista em destilados e cachacière Isadora Bello Fornari.

Um cardápio especial de experiências para os hóspedes inclui passeio de jangada pelas piscinas naturais de Milagres, com serviço de drinques e refeições; piquenique ao pôr do sol à beira do Rio Tatuamunha, que é santuário do peixe boi, importante mamífero marinho que vive na região; e jantares românticos no jardim privativo ou na praia.

Acompanhe tudo sobre:HotéisHotelariaTurismo

Mais de Casual

Antonio Forjaz, da Sportingbet, mostra a rotina multiesportiva de um executivo

O Brasil é apaixonado por picapes, e o CEO da Ford América do Sul sabe o motivo

A melhor mesa de restaurante do Rio de Janeiro fica no Copacabana Palace

Por que Santa Catarina concentra metade da produção de barcos de lazer do país?

Mais na Exame