Acompanhe:

Lançamento da Ruinart mira na sustentabilidade

A incensada marca Ruinart, da LVMH, apresenta estojo totalmente reciclável e sem um pingo de plástico

Modo escuro

Continua após a publicidade
Champanhe Ruinart: nova embalagem sustentável (Ruinart/Divulgação)

Champanhe Ruinart: nova embalagem sustentável (Ruinart/Divulgação)

D
Daniel Salles

Publicado em 3 de março de 2020 às, 07h00.

Última atualização em 3 de março de 2020 às, 07h00.

O espocar de custosas garrafas de champanhe não combina com preocupações indigestas, como a saúde do planeta. Em outras palavras, luxo e sustentabilidade não exatamente se misturam. Não faz muito tempo, diversas marcas requintadas se comportavam como se essas duas frases fossem aceitáveis. Hoje são raras as que não estão quebrando a cabeça para desenvolver lançamentos e métodos de produção menos nocivos ao meio-ambiente.

O incensado champanhe Ruinart, por exemplo. De propriedade do conglomerado de luxo LVMH, a marca aproveitou a última feira Vinexpo, organizada pela primeira vez em paris, no mês passado, para apresentar um novo estojo para suas garrafas.

Sem um pingo de plástico, ele é feito de fibras naturais de madeira e 100% reciclável. Nove vezes mais leve que a embalagem usada até agora, a novidade se molda perfeitamente ao formato das garrafas.

“Este projeto disruptivo incorpora o firme compromisso da maison com a sustentabilidade em todas as etapas do desenvolvimento e da comercialização de nossos produtos, desde cuidar das vinhas até a experiência do consumidor”, declarou Frédéric Dufour, o presidente da Ruinart.

A novidade deve chegar às prateleiras europeias no quarto trimestre deste ano e é tida como o pontapé inicial de uma série de novas práticas sustentáveis adotadas por várias bebidas da LVMH. O grupo anunciou, por exemplo, que vai deixar de usar herbicidas em todos os seus vinhedos na região de Champanhe até o fim de 2020.

Também prometeu dar orientação e apoio aos viticultores parceiros para acelerar a adoção de métodos de produção que respeitem melhor o solo e investir € 20 milhões em um centro de pesquisa dedicado a inovações científicas para a viticultura sustentável.

Champanhe Ruinart: nova embalagem sustentável

Champanhe Ruinart: nova embalagem sustentável (Ruinart/Divulgação)

Últimas Notícias

Ver mais
Desafios climáticos: como está a colheita das uvas para a safra de vinhos 2024 no Brasil
Casual

Desafios climáticos: como está a colheita das uvas para a safra de vinhos 2024 no Brasil

Há 22 horas

A ciência dos vinhos: Emily Ewell, CEO da Pantys, também se dedica aos estudos da bebida
Casual

A ciência dos vinhos: Emily Ewell, CEO da Pantys, também se dedica aos estudos da bebida

Há 3 dias

De 300 a 80.000 garrafas: os brasileiros que produzem vinho na Califórnia
Casual

De 300 a 80.000 garrafas: os brasileiros que produzem vinho na Califórnia

Há 4 dias

Jato brasileiro é queridinho dos milionários e o mais vendido do mundo
Casual

Jato brasileiro é queridinho dos milionários e o mais vendido do mundo

Há 6 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais