Casual

Jeep Compass terá versão híbrida que faz 52 km/l no Brasil

Nova opção do SUV mais vendido do país poderá ser recarregada na tomada e terá 50 km de autonomia totalmente elétrica

Faróis com iluminação totalmente por LEDs serão exclusivos da nova versão híbrida (Jeep/Divulgação)

Faróis com iluminação totalmente por LEDs serão exclusivos da nova versão híbrida (Jeep/Divulgação)

GA

Gabriel Aguiar

Publicado em 31 de março de 2022 às 11h37.

Última atualização em 31 de março de 2022 às 12h18.

O Jeep Compass é o SUV mais vendido do Brasil — com 9.408 unidades no acumulado até fevereiro. E haverá uma novidade para o modelo: a inédita versão híbrida plug-in será lançada na segunda-feira, 4/4, no autodenominado “Jeep Day” (referência à sigla 4x4 dos carros com tração nas quatro rodas). Mas a melhor parte é que, lá fora, essa mesma opção tem consumo de até 52 km/l.

Essa versão eletrificada será batizada “4xe” e virá importada de Melfi, na Itália, onde também é feito para atender todo o mercado europeu. Equipado com o mesmo motor 1.3 turbo já oferecido aqui, o novo Jeep Compass híbrido se diferencia pelo conjunto elétrico instalado na parte traseira, capaz de entregar até 60 cv de potência sozinho, além de 50 km de autonomia sem emissões.

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.

É provável que, por aqui, seja comercializada a combinação topo de linha — com potência combinada de 240 cv, suficientes para garantir aceleração de zero a 100 km/h em 7,3 s e velocidade máxima de 200 km/h, de acordo com os números oficiais da Europa. Do ponto de vista racional, um diferencial é a possibilidade de carregar as baterias de 11,4 kWh em tomadas e pontos públicos.

Essa opção completará o portfólio do modelo por aqui, que, atualmente, é oferecido com as opções de motor 1.3 turbo flex (que pode ser abastecido com etanol ou gasolina) de até 185 cv de potência, além do topo de linha 2.0 turbodiesel de 170 cv. Também é provável que o Renegade — feito sobre a mesma estrutura do Compass — receba uma configuração híbrida plug-in em breve.

Ainda não há previsão de quanto a novidade custará aqui, mas, considerando que as atuais versões topo de linha do Jeep Compass passam dos R$ 233 mil, é provável que o SUV eletrificado tenha o posicionamento logo acima. Para efeito de comparação, dois dos principais rivais custam de R$ 192 mil (Toyota Corolla Cross) a R$ 301 mil (Toyota RAV4), ambos sem opção plug-in.

Descubra qual MBA melhor se encaixa ao seu perfil e comece agora.

 

 

Acompanhe tudo sobre:CarrosCarros 0KCarros elétricosCarros híbridosJeepJeep CompassSUV

Mais de Casual

O melhor restaurante de Brasília segundo o ranking EXAME Casual 2024

20 anos de romance: descubra Charleston por meio das locações de Diário de Uma Paixão

Recém-lançada, Ferrari de quase R$ 4 milhões já vendeu 20 unidades no Brasil

O supercarro português de luxo que chega ao mercado por R$ 9 milhões

Mais na Exame