Casual

HQ com 1ª aparição de Superman é arrematada por US$ 3,2 mi

Segundo a descrição apresentada no portal de leilões eBay, este raro número, lançado ainda em 1938, apresenta um excelente estado de conservação

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 25 de agosto de 2014 às 15h17.

Nova York - Uma das poucas cópias existentes da primeira edição da série "Action Comics 1", a qual supõe a primeira aparição de Superman nos quadrinhos, foi arrematada em um leilão online por US$ 3,2 milhões e se transformou na HQ mais cara da história, informou nesta segunda-feira o jornal "New York Post".

Segundo a descrição apresentada no portal de leilões eBay, este raro número, lançado ainda em 1938, apresenta um excelente estado de conservação.

Seu proprietário, identificado como Derran Adams, decidiu leiloar a peça por um preço inicial de apenas US$ 0,99, mas, ontem, ao fim do prazo, um comprador havia oferecido US$ 3,2 milhões.

O recorde anterior era de outra cópia da primeira edição da série "Action Comics 1", de propriedade do ator Nicolas Cage, que foi vendida há três anos por mais de US$ 2 milhões.

Publicada em junho de 1938, a história em quadrinhos leiloada pelo eBay traz na capa um desconhecido super-herói, identificado como "Homem de Aço", série que os colecionadores consideram como o "santo graal" das tirinhas de Superman.

De acordo com a fonte, o dono do exemplar doará 1% do valor arrecadado no leilão à Christopher & Dan Reeve Foundation, organização fundada pelo ator para desenvolver pesquisas com células-tronco.

Após sofrer uma queda de cavalo, em 1995, Christopher Reeve, que interpretou o personagem nos cinemas entre as décadas de 70 e 80, passou a viver em uma cadeira de rodas. O ator morreu em outubro de 2004.

Acompanhe tudo sobre:HQ – histórias em quadrinhosLeilõesSuper-Homem

Mais de Casual

O supercarro português de luxo que chega ao mercado por R$ 9 milhões

Dia Nacional do Coquetel: 9 drinques clássicos revisitados para provar em São Paulo

Dia Mundial do Uísque: sete bares com drinques autorais para aproveitar a data em São Paulo

Um por mês e sem hora para acabar. Pesquisa mostra como é o churrasco do brasileiro

Mais na Exame