Casual

Dois coquetéis molotov foram jogados na produtora de Porta dos Fundos

Recentemente, o "Especial de Natal do Porta dos Fundos" gerou polêmica entre internautas e grupos de cristãos nas redes sociais

Especial de Natal: A obra insinua uma experiência homossexual vivida por Jesus após passar 40 dias no deserto  (Netflix/Reprodução)

Especial de Natal: A obra insinua uma experiência homossexual vivida por Jesus após passar 40 dias no deserto  (Netflix/Reprodução)

Janaína Ribeiro

Janaína Ribeiro

Publicado em 24 de dezembro de 2019 às 18h04.

Última atualização em 24 de dezembro de 2019 às 18h05.

O imóvel da produtora do programa Porta dos Fundos localizado na zona sul do Rio, foi alvo de ataque na madrugada desta terça-feira, 24, véspera de Natal. Dois coquetéis molotov foram lançados na fachada do imóvel, segundo informou a assessoria de imprensa do grupo.

Foram registrados danos materiais tanto no quintal quanto na recepção do imóvel.  Um segurança, que estava no local no momento do crime, foi o responsável por conter o incêndio no prédio. Ele chegou a ver uma moto na contramão e uma picape passando na hora em que os dois artefatos foram jogados.

Em nota, a assessoria informou que o "Porta dos Fundos condena qualquer ato de ódio e violência e, por isso, já disponibilizou as imagens das câmeras de segurança para as autoridades". O grupo espera que os responsáveis pelos ataques sejam "encontrados e punidos" e que seguirá em frente "mais unido, mais forte e mais inspirado pela liberdade de expressão".

Recentemente, o "Especial de Natal do Porta dos Fundos", exibido no Netflix,  gerou polêmica entre internautas e grupos de cristãos nas redes sociais pela maneira como Jesus foi retratado. A obra insinua uma experiência homossexual vivida por Jesus após passar 40 dias no deserto.

 

 

 

 

Acompanhe tudo sobre:CrimeNatalNetflixPorta dos FundosRedes sociaisRio de Janeiro

Mais de Casual

Conheça o castelo na França exclusivo para convidados da Moët & Chandon

Wine power: o poder dos bares de vinho na educação sobre a bebida

Antonio Forjaz, da Sportingbet, mostra a rotina multiesportiva de um executivo

O Brasil é apaixonado por picapes, e o CEO da Ford América do Sul sabe o motivo

Mais na Exame