Casual

Dicas para melhorar o sono e evitar dor de cabeça

Entenda a relação entre o sono e a dor de cabeça e o que fazer para melhorar a qualidade dessa hora do dia que é tão necessária para o bem-estar


	Mulher dormindo: desempenho físico e mental pode estar diretamente ligado a uma boa noite de sono
 (Rudolf Kotulán / Dreamstime)

Mulher dormindo: desempenho físico e mental pode estar diretamente ligado a uma boa noite de sono (Rudolf Kotulán / Dreamstime)

DR

Da Redação

Publicado em 5 de fevereiro de 2014 às 11h33.

São Paulo - O sono é essencial para manter uma rotina saudável, melhorar a qualidade de vida e até mesmo aumentar a longevidade. O desempenho físico e mental pode estar diretamente ligado a uma boa noite de sono e, o efeito de uma madrugada em claro, pode prejudicar o rendimento no dia seguinte, além de desencadear outros problemas, como a dor de cabeça, que está diretamente relacionada aos hábitos saudáveis e à qualidade de vida.

Há muitos fatores que podem desencadeá-la, como o estresse, o jejum prolongado, alguns tipos de alimentos, as alterações hormonais e o ritmo e a qualidade do sono. A dor de cabeça possui muitas causas e pode ser dividida basicamente em dois grupos: as cefaleias primárias (os próprios sintomas e características da dor definem a doença do paciente) e as cefaleias secundárias (causadas por outras doenças e que podem ocorrer em razão de alterações do organismo e da sua interação com o ambiente).

A relação de uma noite mal dormida e a dor de cabeça é, na verdade, uma via de mão dupla. Da mesma forma que a dor de cabeça impede que as pessoas durmam bem, uma noite mal dormida também pode desencadear este tipo de dor.

Algumas atitudes podem ser tomadas no dia a dia para evitar a dor de cabeça quando a questão é a melhora da qualidade do sono:

• Durma em um local confortável, fresco, escuro e silencioso. As alterações de ruído, luz e temperatura podem atrapalhar;
• Evite olhar o relógio a cada vez que acordar: este hábito pode piorar uma eventual noite de insônia;
• Pratique exercícios regularmente, pois isso melhora as condições do organismo. Mas procure fazer ginástica até duas horas antes de se deitar;
• Faça apenas refeições leves à noite. A má digestão atrapalha terrivelmente o sono;
• Use a cama apenas para dormir, e não para ver televisão, ler ou jogar videogame, pois esses hábitos são desfavoráveis ao sono;
• Fique atento com a posição do corpo antes de dormir. A densidade correta do colchão é fundamental;
• Cuidado com líquidos antes e, até mesmo, durante a noite, pois a necessidade de urinar irá interromper a sequência do seu sono.

Acompanhe tudo sobre:Bem-estarqualidade-de-vidaRunner's WorldSaúde

Mais de Casual

Brasil lidera mercado de jatos executivos na América Latina que deve movimentar US$ 1,31 bi até 2029

Como Roger Federer vai ser lembrado no futuro? Documentário aponta seu legado

Conheça a rede de hotéis de luxo de Francis Ford Coppola

Olimpíada de Paris: 8 dicas para aproveitar a cidade para além das competições

Mais na Exame