De BMW a Louis Vuitton: leilão de marcas de luxo promete pechinchas

Com lances livres, a casa de leilões Kronberg ofertará centenas de peças da Chanel, Gucci, Hermès, Prada --- além de uma BMW 2018

As marcas de luxo não são nem querem ser acessíveis para todos, mas se existe um lugar onde é possível comprar os itens mais desejados dessa indústria pagando pechinchas, esse lugar são os leilões.

É o que promete a casa de leilões Kronberg, que entre os dias 14 e 19 de dezembro colocará à venda dezenas de itens de marcas mundialmente famosas (pelos produtos e pelos preços), incluindo, inclusive, uma X5 BMW com chave original e reserva, ano 2018, com 33 mil km rodados. Nada mal, não? 

Carro: uma X5 BMW cinza é uma das opções do leilão.

Carro: uma X5 BMW cinza é uma das opções do leilão. (kronberg/Divulgação)

 Os leilões serão transmitidos online, sempre a partir das 19h, e no sábado (19) a partir das 16h. Entre sapatos, tênis, roupas, bolsas, malas, cintos, carteiras e, claro, joias, haverá itens como bolsas e sapatos da Hermès, Chanel, Gucci, Louis Vuitton, Prada, Burberry, Christian Dior, entre outras grifes de luxo, que serão leiloados a lances livres, sem limite de valor inicial estipulado. 

O leilão oferecerá também uma caixa de charuto Louis Vuitton, cintos, óculos, carteiras de marcas famosas, como Valentino, Prada, RayBan, Fendy, Bvulgari, MontBlanc, Rimowa; relógios Rolex, Cartier, Baum & MercierApple Watch, Louis Vuitton; vinhos Valbuena, Vega Sicilia Chateau Mounton, 1046 Don PX Covento e muito mais. Entre as joias estão brincos de ouro, pulseiras, pingentes e anéissolitário.

Joias: brinco de ouro branco com pedras polidas. 

Joias: brinco de ouro branco com pedras polidas.  (Kronberg/Divulgação)

Para verificar a autenticidade, todas as as peças foram avaliadas pessoalmente pelo leiloeiro Helcio Kronberg, um dos mais renomados na área de objetos de luxo. De acordo com Kronberg, as peças são de pessoas que necessitam vendê-las e buscaram o leilão como alternativa. Todos os itens estão em perfeito estado de conservação, lacrados e prontos para venda. Em virtude da pandemia, não será possível verificar pessoalmente os bens, com exceção da BMW.

Diferentemente de outros leilões, todos os objetos serão leiloados a lances livres, sem valor de lance inicial estipulado. Entretanto, Kronberg explica que os lances serão condicionados a um preço mínimo autorizado para venda pelos donos dos objetos. “O leiloeiro recebe o valor do lance no dia do leilão. Se o preço mínimo for atingido, eu considero como vendido. Caso contrário, o lance estará sujeito à apreciação do vendedor, que poderá autorizar ou recusar a venda após o leilão. Nesse caso, o arrematante não precisará comprá-lo”, diz Helcio Kronberg. 

Bolsas: bolsa estilo sacola da marca Louis Vuitton.

Bolsas: bolsa estilo sacola da marca Louis Vuitton. (Kronberg/Divulgação)

Segundo Kronberg, no momento da venda, os lotes serão apresentados de forma sequencial. O leiloeiro baterá o martelo e seguirá ao lote seguinte. Além da plataforma para compra, haverá transmissão ao vivo com a narração do leiloeiro, ficando disponível para os participantes durante todo o leilão.

Para os que conseguirem arrematar as peças, o pagamento deverá ser feito em até cinco dias. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.