Casual

Casa completa: flagship de Tania Bulhões terá restaurante, louças, arte e design

Ao longo de três anos de concepção do projeto, Virgilio Castro Cunha, CEO da marca, decidiu expandir os negócios para a área da hospitalidade

Virgilio Cunha, CEO da Tania Bulhões, e Tania Bulhões, fundadora da marca (Divulgação/Divulgação)

Virgilio Cunha, CEO da Tania Bulhões, e Tania Bulhões, fundadora da marca (Divulgação/Divulgação)

Júlia Storch
Júlia Storch

Repórter de Casual

Publicado em 20 de abril de 2024 às 10h02.

Tudo sobreDecoração
Saiba mais

Poucos meses se passaram desde que Tania Bulhões adquiriu a fábrica de porcelana francesa Royal Limoges. Agora, a marca de homeware de luxo anuncia a abertura de sua primeira flagship, em São Paulo. A partir de 2 de maio, o espaço de 1.300 metros quadrados servirá para clientes conhecerem a fundo as louças e as raízes da marca, com experiências gastronômicas, arte e design.

O casarão que abrigará o espaço está localizado em uma esquina na rua Colômbia, em frente ao escritório e loja da empresa. O primeiro andar será voltado para perfumaria e o segundo abrigará todo o portfólio para casa.

Ao longo de três anos de concepção do projeto, Virgilio Castro Cunha, CEO da marca, decidiu expandir os negócios para a área da hospitalidade. “Uma novidade superbacana será o primeiro restaurante da marca, o Leila, em homenagem à mãe da Tania”, diz Cunha.

O menu será assinado pelo chef Pedro Franco, e apresentará uma gastronomia franco-mineira, com receitas da família com toque francês. Os drinques terão ingredientes inspirados nas fragrâncias de alta perfumaria da marca.

“Sempre tentamos mostrar nossa marca de forma completa através de fotos, campanhas e eventos, mas nunca tivemos um palco do começo ao fim, desde construção de cardápio, serviço, e principalmente montagem de mesa. Agora teremos total controle dessa experiência”, diz. “Mas sem dúvida é um desafio. Pois é a primeira vez que saímos do varejo e entramos em hospitalidade”.

A ideia do restaurante surgiu através de provocações do mercado para que a marca ingressasse no setor hoteleiro. Um projeto que não foi descartado.

Arte e design também são setores que farão parte da nova casa. A decoração do espaço será feita em parceria com galerias como a Galeria Luciana Brito, a Galeria Lume e a artistas como Yohannah de Oliveira.

Além das obras, o mobiliário será composto por uma seleção de peças atemporais de designers que Tania valoriza e garimpos de antiquários, também apresentará pela primeira vez algumas peças de design autoral criadas em parceria com marcas como Estúdio Orth e Vermeil.

“Agora teremos um espaço para trabalhar diferentes coleções, algumas serão exclusivas para essa loja, visto que teremos muito mais espaço para experimentar do que em uma loja de shopping”, diz Cunha. A expectativa é apresentar 40 novas coleções ainda no primeiro ano.

Bons ares

Tania Bulhões. (Divulgação/Divulgação)

Difusores, velas, sabonetes, hidratantes e perfumes são alguns dos itens que contemplam a perfumaria da marca. Inicialmente voltada para perfumar a casa, o portfólio cresceu para itens de uso pessoal em 2019.

“Ficou claro para nós que existia a oportunidade de ocupar um espaço que ninguém tinha tentado e criar uma perfumaria de luxo brasileira. As marcas internacionais que chegam no Brasil possuem um price point muito acima do que as nacionais cobrem”, diz Cunha.

"Hoje a receita de itens de perfumaria gira em torno de 40% do negócio. Nosso objetivo é equilibrar este número em até dois anos”, diz.

Na nova casa, a linha de perfumaria pessoal contará com uma sala dedicada às experiências olfativas, para que os visitantes sintam as fragrâncias dos principais ingredientes usados nos produtos da marca.

Ainda que a flagship seja a grande novidade para a marca atualmente, os planos para o próximo ano incluem a inauguração de uma fábrica de porcelanas e perfumaria em Uberaba, cidade natal de Tania. “Assim teremos mais domínio e controle do processo criativo como um todo”, diz Cunha. O espaço terá loja de fábrica e será aberto para visitação dos ateliês, com um café, como uma boa casa de mineiro.

Acompanhe tudo sobre:DecoraçãoLojasLuxoPerfumesPerfumarias

Mais de Casual

Marcas de moda nacional rifam peças por R$ 50 para o RS; saiba como participar

Mercado de luxo desacelera e lucros da Burberry desabam 40% em um ano

Jeddah Tower: conheça o prédio que será o maior do mundo, na Arábia Saudita

Arquitetos indicam iniciativas para reconstrução de casas no RS

Mais na Exame