Casual

Austrália inicia as comemorações pela chegada de 2013

A baía de Sydney recebeu um espetáculo que custou 6,9 milhões de dólares e contou com a presença da cantora pop Kylie Minogue, que apertou o botão que deu início ao show


	Show de Ano Novo em Sydney: baía de Sydney recebeu um espetáculo que custou 6,9 milhões de dólares
 (AFP/ Greg Wood)

Show de Ano Novo em Sydney: baía de Sydney recebeu um espetáculo que custou 6,9 milhões de dólares (AFP/ Greg Wood)

DR

Da Redação

Publicado em 31 de dezembro de 2012 às 12h50.

Sydney - Um espetáculo com fogos de artifício em Sydney marcou a passagem de Ano Novo na Austrália, no primeiro grande show das celebrações globais para a chegada de 2013.

A baía de Sydney recebeu um espetáculo que custou 6,9 milhões de dólares e contou com a presença da cantora pop Kylie Minogue, que apertou o botão que deu início ao show pirotécnico.

"Isto está realmente colocando a Austrália no mapa em termos de boas-vindas ao Ano Novo", afirmou o prefeito de Sydney, Clover Moore.

As autoridades esperavam 1,5 milhão de pessoas para assistir os fogos de artifício.

Espetáculos similares estão programados para grandes cidades no mundo, na área do Tâmisa em Londres, na Praça Vermelha de Moscou, assim como em Hong Kong, Kuala Lumpur, Taipé, Estocolmo, Amsterdã e Pequim.

Em Nova York, milhares de pessoas são aguardadas em Times Square, onde o astro pop sul-coreano Psy participará na tradicional cerimônia em que um globo marca o início do ano.

No Rio de Janeiro, mais de dois milhões de pessoas são aguardadas na praia de Copacabana para assistir os fogos de artifício e os diversos shows na orla.

De acordo com as autoridades, a cidade recebe 752.000 turistas, 6% a mais do que o ano passado, para um espetáculo que contará com 24 toneladas de fogos artifício e deve durar 16 minutos.

Acompanhe tudo sobre:ano-novoAustráliaEntretenimentoPaíses ricosServiços

Mais de Casual

BYD King chega ao Brasil. Será que o mercado de sedãs vai ter uma nova majestade?

Entenda por que a Volvo está mudando os nomes de seus carros

Verão 2025: na nova coleção da Zegna o linho é a estrela da estação mais quente

Precisamos ou não do reconhecimento de estrangeiros?

Mais na Exame