Casual

7 conselhos para correr com seu amor sem estresse

Siga essas dicas e será possível realizar seus treinos com seu amor sem passar "raiva"


	Corrida: não há maior erro que dar conselhos a que não pediu sua ajuda
 (Getty Images/John Gichigi)

Corrida: não há maior erro que dar conselhos a que não pediu sua ajuda (Getty Images/John Gichigi)

DR

Da Redação

Publicado em 13 de março de 2014 às 17h16.

Siga essas dicas e será possível realizar seus treinos com seu amor sem passar "raiva":

1 – Diga a verdade. Você está indo rápido demais? Muito lento? Pare com isso e não deixe suposições ou questionamentos infundados atrapalharem. "Se os dois não estão confortáveis na corrida, isso não é bom para ninguém", segundo Barbara Walker, uma psicóloga esportiva de Cincinnati.

2 - Fale com o coração. Procure não protestar dizendo: "Você está indo rápido demais". Prefira ser mais suave, explique como você se sente e compartilhe suas próprias necessidades. Use, então, nesse caso, a afirmação "eu preciso ir mais devagar, não aguento esse ritmo."

3 - Fora, sabidão. Não há maior erro que dar conselhos a que não pediu sua ajuda. "A parte fraca da parceria sabe muito bem que a outra tem mais experiência, e, insistir nos conselhos pode ser desagradável", afirma o professor universitário Dennis Orthner. Se não pedirem sua opinião, é melhor ficar quieto.

4 – Não discuta nada. "Ao correr a respiração fica comprometida, há o aumento da frequência cardíaca e liberação de adrenalina. Não parece ser o melhor momento para manter uma discussão". Essa é a opinião do psicólogo especializado em atletas de elite Michael Gervais. Toda essa estimulação física poderá aumentar os sintomas típicos de um confronto.

5 – Que língua! "Perder a delicadeza com sua parceira é algo relativamente comum", segundo o psicólogo Leon Hoffman. "Trate-a com o mesmo respeito que você usaria com um desconhecido.”

6 – Regras claras. Antes de correr uma maratona juntos, Margaret Champion insistiu para seu marido acelerar se a intenção fosse bater uma determinada marca. Prefira isso a ter futuras discussões e frustrações por causa do ritmo após a corrida.

7 – Cada um na sua. Nicke e Gene Matthews saem para fazer um treino longo pelo mesmo circuito. Porém, cada um corre em seu ritmo. "É muito importante conceder espaço ao outro", comenta Nickie. "Pela minha saúde mental, este tempo é genial. Para ele também.”

Acompanhe tudo sobre:ComportamentoCorridaEsportesExercícios FísicosRunner's WorldSaúde e boa forma

Mais de Casual

'Homem Prada' combina elegância minimalista e espontaneidade

Brasil lidera mercado de jatos executivos na América Latina que deve movimentar US$ 1,31 bi até 2029

Como Roger Federer vai ser lembrado no futuro? Documentário aponta seu legado

Conheça a rede de hotéis de luxo de Francis Ford Coppola

Mais na Exame