Carreira

Nova carreira em alta: o que faz um especialista em mercado de carbono? Quanto ganha? Veja respostas

Profissional especializado em mercado de carbono está entre os cargos com maior potencial de crescimento; veja o que saber para conquistar uma vaga nesse mercado

Especialistas em mercado de carbono são responsáveis por projetar, implementar e monitorar estratégias relacionadas à transição para uma economia de baixo carbono (Freepik)

Especialistas em mercado de carbono são responsáveis por projetar, implementar e monitorar estratégias relacionadas à transição para uma economia de baixo carbono (Freepik)

Guilherme Santiago
Guilherme Santiago

Content Writer

Publicado em 25 de abril de 2024 às 15h58.

Há um fator que conecta boa parte das empresas, não importa o tamanho ou indústria: a procura por profissionais especializados em mercado de carbono – e aquelas que ainda não estão atrás, devem começar a demandar por esse especialista nos próximos anos.

Estudos recentes confirmam que o Brasil pode ser um ator relevante no movimento global para reduções de emissões. De acordo com estimativa da Câmara de Comércio Internacional (ICC Brasil), o país pode receber até 120 bilhões de dólares em recursos destinados a esse setor até 2030

Com isso, 3,4 milhões de novos postos de trabalho devem ser gerados até 2040– o que abre uma grande janela de oportunidade para quem possuir conhecimentos específicos em mercado de carbono. 

No entanto, ainda que em pleno crescimento, esse  setor pode gerar algumas dúvidas: o que faz um profissional nesse ramo? Qual o salário? Quais habilidades são necessárias? E, principalmente, como ingressar no setor? Veja respostas para as dúvidas mais frequentes.

Leve sua carreira a outro patamar: com matrículas abertas, este curso é chance de ouro para profissionais se especializarem no mercado de carbono; conheça mais aqui

Especialista em mercado de carbono: quem são eles?

Os especialistas em mercado de carbono são os profissionais responsáveis por projetar, implementar e monitorar estratégias relacionadas à transição para uma economia de baixo carbono, ou seja, uma economia que foca em diminuir as emissões de gases de efeito estufa na atmosfera. Mas as funções vão além disso. Veja outras atribuições desse profissional. 

  • Análise de carbono: esse profissional também está encarregado de avaliar e quantificar as emissões de carbono relativas às atividades da empresa;
  • Desenvolvimento de projetos: ele deve criar e implementar iniciativas para reduzir as emissões de gases de efeito estufa ou, ao menos, compensar – seja por meio da adoção de energia de fontes renováveis, reflorestamento ou eficiência energética;
  • Consultoria ambiental: preocupação ambiental deve fazer parte da estratégia e da rotina de todos os profissionais. Por isso, cabe ao especialista fornecer orientação sobre práticas sustentáveis e de governança para todas as áreas da organização;
  • Pesquisa e desenvolvimento: encontrar formas de inovar nesse mercado é outra atribuição do especialista, que precisa descobrir caminhos para avançar, seja por meio de novas tecnologias ou estratégias em direção a economia de baixo carbono.

Quanto ganha um especialista em mercado de carbono?

O salário de um especialista em mercado de carbono pode variar bastante de acordo com nível de experiência, localização da empresa e setor de atuação. Em média, segundo dados do Glassdoor, os salários estão na faixa de R$ 3 mil a 12 mil para um especialista em ESG focado em mercado de carbono. Mas há potencial para remunerações ainda maiores à medida em que o profissional ganha experiência e assume cargos de liderança.

Para conquistar esses salários, é preciso qualificação; conheça o curso que capacita profissionais para liderar a transição para economia de baixo carbono nas empresas

Quais as perspectivas de carreira no mercado de carbono?

As perspectivas de carreira para especialistas em mercado de carbono são promissoras. Com a crescente preocupação global sobre as mudanças climáticas, as empresas notaram que era preciso ir atrás de trabalhadores para colocar em práticas projetos de redução das emissões de carbono. Além disso, a adoção de políticas climáticas mais ambiciosas por parte dos governos criam oportunidades adicionais para esses profissionais.

Quais habilidades necessárias para atuar no mercado de carbono?

Assim como em qualquer outro setor, para se destacar como especialista no mercado de carbono é essencial possuir uma combinação de habilidades técnicas e interpessoais. 

Veja, abaixo, algumas das mais importantes:

  • Conhecer fundamentos de ciências ambientais;
  • Possuir familiaridade com os conceitos econômicos;
  • Saber analisar dados complexos;
  • Conseguir comunicar informações técnicas de forma clara;
  • Ter habilidades de negociação e influência.

Mercado de Carbono: Liderando Estratégias Sustentáveis

A Faculdade EXAME acaba de anunciar a chegada de um novo produto em seu portfólio: o curso Mercado de Carbono: Liderando Estratégias Sustentáveis

Com um currículo completo que equilibra conhecimentos teóricos e ações práticas, o curso é focado nos profissionais que desejam se especializar no mercado de carbono. Para isso, a grade conta com aulas de sustentabilidade, práticas de governança corporativa responsáveis e estratégias para a transição para uma economia de baixo carbono.

Para conhecer mais sobre o curso e as condições de matrícula, basta clicar aqui.

*Este conteúdo é apresentado por Faculdade EXAME

Acompanhe tudo sobre:branded marketing

Mais de Carreira

Rumo a Paris: Como ter um time de alto desempenho, segundo o técnico do rugby feminino brasileiro

Lições de Carreira com Tiago Abravanel: Como é possível ter sucesso em carreiras diferentes?

A 'leitura obrigatória' de Bill Gates no momento

Fora da curva: como esse profissional entrou no hype do mercado e conquistou salário de R$ 51 mil

Mais na Exame