Carreira

Recrutamento e seleção: veja todas as etapas e como fazer

Uma das grandes fortalezas para o sucesso de uma empresa é a montagem da equipe, que só é possível ser realizada a partir do processo de recrutamento

Gerente de recrutamento e seleção (Thinkstock/crossstudio)

Gerente de recrutamento e seleção (Thinkstock/crossstudio)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 24 de janeiro de 2024 às 09h43.

Última atualização em 12 de abril de 2024 às 15h18.

Com o recrutamento, as companhias conseguem alcançar talentos do mercado e, até mesmo, descobrir talentos escondidos dentro de seu quadro de funcionários. 

O que é recrutamento?

No ambiente empresarial, o recrutamento trata-se de um processo que algumas pessoas da empresa ficam encarregadas com intuito de procurar e, mais do que isso, conquistar novos candidatos.

Dessa maneira, o processo de recrutamento é crucial para que as empresas possuam um bom estoque de talentos e um elevado nível de competitividade no momento de contratar profissionais do mercado.

Apesar de cuidar muito das oportunidades de mercado, é através dele que as empresas criam planos de carreira e entendem a existência de competências ou não em seu quadro de funcionários. 

Leia também:

Qual a diferença entre recrutamento e seleção?

Após entender o que é recrutamento, é hora de saber separar esse processo da atividade de seleção.

Apesar de recrutamento e seleção serem tratados, a grosso modo, como sinônimos, trata-se de processos totalmente diferentes e com focos distintos.

Enquanto o recrutamento é responsável por filtrar, identificar e convidar talentos do mercado que fariam grande diferença na empresa, a seleção tem relação com a triagem e, portanto, a realização de testes, entrevistas e demais atividades para minerar os maiores talentos identificados pelo recrutamento.

Outra diferença importante diz respeito aos profissionais que atuam em cada um dos processos. Geralmente, as empresas contratam terceiros para buscar potenciais candidatos e o processo de seleção é realizado internamente pela área de departamento pessoal. 

Importante lembrar, que mesmo com objetivos diferentes eles se completam e possuem uma interdependência, já que o recrutamento indica quem são os potenciais candidatos e a seleção faz toda a triagem e escolha dos melhores indicados.

Tipos de Recrutamento

A divisão entre os mais variados tipos de recrutamento tem forte relação com os meios utilizados para realizar essa busca por profissionais do mercado.

A primeira forma de recrutamento é a tradicional, onde são utilizados os meios não digitais e consistem na entrega física de currículos para banco de talentos. Muitas vezes, a oferta de vagas é disponibilizada nas rádios ou revistas e jornais.

A segunda forma de recrutamento é o online, que se tornou a mais comum, principalmente após todas as mudanças ocasionadas pela crise sanitária ocorrida em 2020 em todo o mundo.

Nessa modalidade, são utilizadas, principalmente, as redes sociais para captar e analisar os talentos do mercado. Dentre todas as redes, a principal é o linkedin. Aqui o contato é feito por mensagens e e-mail.

Aqui, até mesmo a entrevista e formalização da contratação podem ser realizadas à distância.

Além das formas, existe mais uma divisão no recrutamento: o interno e o externo.

No caso do recrutamento interno, o foco é encontrar talentos que já estejam na empresa, mas que por algum motivo não estão nas posições onde poderiam fazer maior diferença na empresa.

Geralmente, essa forma utiliza os próprios funcionários ligados a área de recursos humanos para identificar os talentos.

Por outro lado, o recrutamento externo é, na maior parte das vezes, realizado por empresas terceirizadas. Nele, o objetivo é encontrar grandes talentos em outras empresas, principalmente nas concorrentes diretas.

Existe, ainda, o recrutamento conhecido como misto, uma vez que ele ocorre tanto externa como internamente. Nesse caso, o recrutador irá analisar as opções do mercado, mas também ficará de olho naqueles talentos escondidos.

Essa talvez seja a melhor forma de realizar o recrutamento, uma vez que as chances de sucesso na escolha do melhor candidato a vaga crescem.

Como fazer um recrutamento?

Antes de iniciar o processo de recrutamento, as empresas devem definir se irão utilizar empresas especializadas ou as próprias áreas internas.

Após essa definição, é hora de estruturar como se dará a busca pelos talentos, sejam do mercado ou internos.

Com esses pontos esclarecidos é hora de montar a estratégia para chamar a atenção dos talentos. Nessa etapa do recrutamento é imprescindível demonstrar ao mercado o cargo, os valores relativos à remuneração, seja ela fixa, variável, mista.

Além disso, todas as especificações da vaga e o que a empresa busca, no que diz respeito à escolaridade, habilidades técnicas e práticas, experiência e a modalidade da contratação.

Quais as etapas do processo de recrutamento?

Esclarecido o que é recrutamento, as suas particularidades e diferenças para o processo de seleção, chegou a hora de entender quais são as suas etapas.

A primeira etapa do processo de recrutamento pode ser definida como preparação. Aqui, são definidas aquelas características ligadas a posição que a empresa necessita contratar.

Definido isso, é nessa etapa que é realizada a estruturação de todo o cronograma, que vai desde o prazo para recebimento de currículos, até as formas de análise e retorno aos candidatos selecionados.

Com a preparação de todo o processo definido, é hora de partir para a divulgação da oportunidade e a atuação do recrutador.

Assim, é nesse momento que os canais de comunicação para divulgação da vaga serão utilizados, independente da escolha da empresa, seja online ou offline, ou dos dois modos.

Nessa etapa também é crucial a participação do recrutador que irá pesquisar a conversar, com alguns talentos potenciais do mercado, que ainda não se candidataram ou não tiveram acesso à vaga, mas preenchem o perfil definido no momento da preparação do recrutamento. 

Por fim, chegou o momento de realizar toda a seleção dos currículos recebidos e dos candidatos que o recrutador entrou em contato. Nesse momento, a equipe de Recursos Humanos seguem com as dinâmicas e entrevistas para definição de quem será o contratado.

Seguindo essas etapas, dentro do processo de busca por talentos, as empresas apresentam maiores chances de acerto em suas contratações e alavancam os seus resultados.

Portanto, ao demandar novos talentos para a empresa, lembre-se de como realizar todo o processo de recrutamento e não esqueça que alguns talentos podem estar escondidos dentro da organização.

Leia também: 

Acompanhe tudo sobre:Guia de CarreiraRecrutamentoProcessos de seleção

Mais de Carreira

A Cultura do Excesso Corporativo: Ela pode estar na sua empresa e você nem sabe; conheça os sinais

O que é quiet vacationing? Trabalhadores têm tirado folgas 'escondidas'

Dia Mundial do Refugiado: O que podemos aprender com os que chegam?

Quais são os jargões mais utilizados no mundo corporativo?

Mais na Exame