Carreira
Acompanhe:

Escola de novas profissões está com bolsas integrais para curso de programação e engenharia de dados

Serão ofertadas bolsas integrais para mulheres, negros, LGBTQIA+, pessoas com deficiência ou que não tenham um emprego formal. Porém, mesmo quem não se encaixar nesses grupos, tem chance de receber descontos

Programador: foco serão mulheres, negros, LGBTQIA+, pessoas com deficiência ou que não tenham um emprego formal (Maskot/Getty Images)

Programador: foco serão mulheres, negros, LGBTQIA+, pessoas com deficiência ou que não tenham um emprego formal (Maskot/Getty Images)

L
Luciana Lima

1 de dezembro de 2022, 19h12

A Escola Korú, startup de novas profissões, está com inscrições abertas para bolsas de estudo para cursos de engenharia de dados e desenvolvimento de software.

LEIA TAMBÉM:

As bolsas integrais estão disponíveis para mulheres, pessoas negras, LGBTQIA+, pessoas com deficiência e pessoas que não tenham um emprego formal. As aulas começam em fevereiro de 2023 e parte delas é presencial na sede da Korú em Campinas (SP).

Como vai funcionar os cursos de engenharia de dados e desenvolvimento de software da Korú?

São seis meses de curso, com carga horária de 10 horas semanais, divididas entre aulas presenciais em Campinas (2 horas), aulas online ao vivo (4 horas) e tempo de dedicação ao projeto e aulas gravadas (4 horas).

As bolsas são ofertadas em parceria com várias instituições, como o Grupo Mulheres do Brasil, aTip, Gerando Falcões, Transempregos, Todxs, Potência Tech, entre outros. O resultado das candidaturas sai até dia 16 de dezembro de 2022.

As pessoas que não se encaixarem nessas condições de bolsas integrais, mas não podem arcar com os custos totais dos cursos da Korú, também podem se inscrever e ganhar até 75% de bolsa. Isso é possível porque a startup conta com várias empresas parceiras que contribuem para a transformação de mercado.

“Quanto mais empresas se associam à Korú, mais bolsas e oportunidades podemos oferecer às pessoas. O futuro de uma sociedade sustentável está na integração das minorias em sala de aula e nas empresas”, anunciou Daniel Spolaor, CEO da Korú.

Misto  de estartup de educação com recursos humanos, a Korú criou um modelo que incentiva empresas a investir na educação dos funcionários e também na formação no setor de tecnologia; grandes companhias como Ambev, Sinch, Votorantim, Arcor e Luxxótica estão entre os clientes da escola.

Como vai funcionar os cursos de engenharia de dados e desenvolvimento de software da Korú?

Os interessados devem acessar o site da Korú e se inscrever até o dia 12 de dezembro.

Inscreva-se e receba por e-mail dicas e conteúdos gratuitos sobre carreira, vagas, cursos, bolsas de estudos e mercado de trabalho.