Carreira

Como ser pop dentro da P&G no Brasil

O presidente da P&G Brasil, Tarek Farahat, conta à VOCÊ S/A qual é o perfil de profissional que está procurando

O presidente da P&G Brasil, Tarek Farahat: "Nós valorizamos a liderança como uma competência fundamental. Verdadeiros líderes são aqueles que conseguem ser humildes o suficiente para ouvir as pessoas a quem eles servem."

O presidente da P&G Brasil, Tarek Farahat: "Nós valorizamos a liderança como uma competência fundamental. Verdadeiros líderes são aqueles que conseguem ser humildes o suficiente para ouvir as pessoas a quem eles servem."

DR

Da Redação

Publicado em 21 de março de 2013 às 12h38.

São Paulo - A P&G, maior fabricante de bens de consumo do mundo, vai contratar 150 profissionais para cargos executivos e gerenciais e 900 para níveis técnicos. Na mira, estão jovens com capacidade de liderança e vontade de inovar. No ano passado, a P&G investiu pesado numa campanha para se tornar mais conhecida do consumidor, o que incluiu o patrocínio do Avião do Faustão, na Rede Globo.

Em um ano, o número de brasileiros que conheciam a marca P&G saltou de 10% para 74%. Como patrocinadora global da Olimpíada até 2020, a expectativa é aumentar esse índice.

VOCÊ S/A - O resultado dessa campanha de divulgação da marca teve reflexos no interesse de profissionais pela P&G? 

Tarek Farahat - Nós percebemos um aumento no número de candidatos interessados em se juntar à companhia desde que começamos a divulgar mais a corporação. No ano passado, fomos eleitos a segunda Melhor Empresa para Começar a Carreira pela revista VOCÊ S/A, e isso fez com que mais jovens aprendessem e se interessassem pelas vagas que temos.

O fato de propiciarmos a possibilidade de uma carreira, e não apenas um trabalho, é uma das nossas vantagens competitivas mais relevantes. 

VOCÊ S/A - A P&G mudou algum requisito ou competência entre os critérios de seleção para recrutar um estilo que mais se adapte a essa nova  fase da empresa no Brasil? 

Tarek Farahat - Não. Nós temos um processo de recrutamento global que é baseado em três etapas: o teste online, os testes presenciais, que avaliam o pensamento lógico e o nível de conhecimento da língua inglesa, e as entrevistas, que são focadas na questão comportamental.

O que mudamos foi o jeito de nos vendermos para o público mais jovem que queremos recrutar. No ano passado, por exemplo, mudamos nosso programa de estágio e melhoramos o website para deixar mais claro para os estudantes o que oferecemos. E isso teve um grande impacto no aumento das candidaturas a vagas.


VOCÊ S/A - Qual o perfil que tem espaço hoje na P&G? 

Tarek Farahat - Nós valorizamos a liderança como uma competência fundamental. Verdadeiros líderes são aqueles que conseguem ser humildes o suficiente para ouvir as pessoas a quem eles servem. Ter humildade é o único caminho para continuar aprendendo. Também valorizamos profissionais com alto padrão ético, que sempre fazem a coisa certa.

E procuramos gente que tenha uma boa capacidade analítica e que seja capaz de inovar quando necessário. Pela natureza do nosso trabalho, estamos sempre buscando pessoas com forte capacidade de liderar e muito colaborativas. 

VOCÊ S/A - E quem não tem mais espaço nessa nova fase da P&G no Brasil? 

Tarek Farahat - Aqui não tem lugar para quem não tem comportamento ético. O mais importante é termos pessoas que acreditem no propósito, nos valores e nos princípios da P&G. 

VOCÊ S/A - Como o senhor vê a economia brasileira no médio e longo prazo? 

Tarek Farahat - O Brasil continuará a crescer em um ritmo acelerado. Hoje, os consumidores têm à sua disposição produtos mais inovadores do que tinham antes, mas eles ainda terão necessidades não preenchidas. Nós vamos continuar focando no mercado brasileiro.

VOCÊ S/A - O senhor continua visitando supermercados? Com qual frequência? 

Tarek Farahat - Os negócios acontecem lá fora, não nas salas com ar-condicionado. Por isso, visito as lojas literalmente todos os dias! Meu time de líderes faz o mesmo constantemente e temos um programa para assegurar que todos os colaboradores estejam regularmente em contato com seu verdadeiro patrão: os consumidores.

Acompanhe tudo sobre:Edição 165EmpresasEmpresas americanasEntrevistasgestao-de-negociosP&G (Procter & Gamble)Recrutamento

Mais de Carreira

20 frases de despedida para colegas de trabalho

12 coisas para fazer antes, durante e depois da entrevista de emprego

5 frases para interromper educadamente uma reunião de trabalho

8 habilidades que podem te ajudar a conseguir emprego na área de tecnologia

Mais na Exame