Carreira

Como se forma um bom líder

Todos temos capacidade de liderança, mas é preciso entender os conceitos e se apropriar daquele que é mais coerente com seus valores

Gestão de talentos: os vários caminhos que um líder pode tomar estarão sempre baseados em suas crenças, atitudes e autoconhecimento (runeer/Getty Images)

Gestão de talentos: os vários caminhos que um líder pode tomar estarão sempre baseados em suas crenças, atitudes e autoconhecimento (runeer/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 3 de fevereiro de 2017 às 10h24.

Última atualização em 22 de maio de 2017 às 15h35.

Você tem consciência dos impactos de suas atitudes no ambiente de trabalho? A gestão desses impactos é responsabilidade exclusiva dos “chefes”? Quais são as principais características de um bom líder? A especialista em gestão empresarial Lucila Sciotti reflete sobre essas questões em seu livro Horizontes para a Liderança. “A liderança não é uma condecoração e o líder não é somente aquele que tem um cargo executivo”, afirma Lucila, que desde 2006 é superintendente de operações do Senac São Paulo.

São vários os caminhos que um líder pode tomar e esses caminhos estarão sempre baseados em suas crenças, atitudes e autoconhecimento. “Todos temos capacidade de liderança. Mas é interessante que cada um conheça alguns conceitos e descubra aquele que melhor lhe cabe, de acordo com seus valores, e busque ser coerente com sua opção”, diz Lucila no vídeo abaixo, em que enumera alguns perfis de líderes e fala sobre as diferenças entre um ambiente democrático e um ambiente autoritário.

A trajetória para exercer uma liderança ética, transparente e sustentável nem sempre é linear. Para ajudar a desenvolver líderes com foco em uma gestão estratégica, o Senac criou o Programa Senac de Desenvolvimento de Líderes.

O programa apresenta a possibilidade de educação continuada para apoiar empresas que estão preocupadas em aprimorar as competências de seus líderes. Oferece recursos para o desenvolvimento de uma liderança que tenha como meta alcançar resultados positivos em situações adversas e driblar desafios que se apresentam na complexidade das relações corporativas.

A programação sugere temas como gestão de carreira, habilidades de liderança, administração de conflitos em equipes, marketing pessoal, gestão do tempo e obtenção de resultados, coaching para o autodesenvolvimento e gestão de pessoas.

yt thumbnail
Acompanhe tudo sobre:Liderança

Mais de Carreira

Sua caixa de entrada é uma bagunça? Veja 3 dicas para organizar seu e-mail

7 profissões para quem gosta de tecnologia

Fim das folgas na semana? Não para essa empresa que criou um feriado por mês até o fim do ano

3 frases que você deve evitar ao falar em público

Mais na Exame