VAREJO: 5 dicas de gestão de estoque eficiente para o Dia das Mães

Como usar a inteligência artificial para evitar que faltem produtos em uma das datas mais improtantes para o varejo brasileiro
Empresas perdem de 10% a 20% das vendas por não terem produtos disponíveis nos estoques (Getty Images/Emilija Manevska)
Empresas perdem de 10% a 20% das vendas por não terem produtos disponíveis nos estoques (Getty Images/Emilija Manevska)
Por BússolaPublicado em 04/05/2022 20:40 | Última atualização em 04/05/2022 13:23Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Com a aproximação do Dia das Mães – uma das datas mais importantes para o varejo brasileiro, as empresas precisam ficar atentas quanto à disponibilidade de produtos nas gôndolas para não perder vendas e deixar filhos, maridos e netos na mão.

Um levantamento realizado pela Teamcore, multinacional especializada em tecnologia para o varejo, aponta que empresas de bens de consumo perdem de 10% a 20% de suas vendas por não terem produtos disponíveis nas prateleiras.

Pensando nisso, o diretor comercial da multinacional no Brasil, Henrique Pontes, aponta, a pedido da Bússola, cinco dicas para empresas varejistas garantirem a disponibilidade de produtos nas prateleiras das lojas físicas e on-line, e aumentarem as vendas nesta e em outras épocas importantes.

1-Verifique se as promoções e exposições preparadas para o Dia das Mães foram implementadas corretamente e nos horários definidos. Não se esqueça de fazer análises diárias para fazer melhorias e direcionar sua equipe para os pontos de venda com maiores oportunidades de vendas.

2-Controle e melhore o desempenho das promoções. Atualmente existem ferramentas que ajudam a mobilizar a equipe no PDV, visando aumentar as vendas graças ao poder da análise diária do progresso. Isso permitirá que você concentre seu trabalho nas lojas que geram menos retorno, o que será corrigido por meio de tarefas atribuídas diretamente a cada um dos gerentes de sua equipe de vendas.

3-Dê visibilidade total a todos os pontos de venda. Uma vez que suas promoções de gôndola tenham sido ativadas e executadas, é hora de realizar uma análise completa de sua estratégia promocional. Atualmente existem ferramentas digitais que ajudam você a analisar suas promoções por período ou ao longo do ciclo promocional. Além disso, essas ferramentas permitem maximizar e avaliar promoções, aprimorando sua estratégia comercial.

Uma análise da eficácia de uma promoção ou exposição permite reduzir custos futuros, ajustando a atividade promocional (taxas de exposições, lojas e horários). Trabalhe suas promoções de forma inteligente para conseguir boas vendas neste Dia das Mães.

4- Sempre fique atento à disponibilidade do seu produto. Garantir a disponibilidade dos itens é o mais importante durante essas festividades. Nesses dias de aumento das vendas, a compra deve ser simplificada para que o  cliente encontre o produto nas prateleiras.

5- Garanta a execução correta na loja. É muito importante ter controle e acompanhamento constante dos KPS's antes, durante e depois destas datas especiais, ter seu plano pronto para abastecer lojas, supermercados, entre outros para evitar a falta de produtos nas gôndolas, otimizar rotas e tempo da equipe.

O desgaste de sua equipe visitando lojas e resolvendo problemas de última hora pode ser eliminado com aplicativos que oferecem ações claras, precisas, preditivas, personalizadas e em tempo real.

Pontes ainda avalia que as empresas que optam por implantar inteligência artificial para otimizar processos saem na frente. “Ao transformar informação em ação, é possível fazer com que os produtos sempre estejam disponíveis nas gôndolas no momento da compra, aumentando a experiência do cliente no varejo.”

Todos os dias, mais de 450 mil produtos estão de volta ao estoque devido à tecnologia aplicada pela retail tech. Além disso, por meio dos dados captados, ela consegue melhorar a produtividade de equipes entre 23% a 30%, reduzindo o tempo dedicado à supervisão e gestão.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Como os e-commerces do Brasil e América Latina transformaram o setor

This is Us, minha família, sua família e a doença de Alzheimer

Puffs, ideias revolucionárias? Os principais mitos da cultura da inovação