Um conteúdo Bússola

TRENDS: O que é o vodcast que chega para dar ainda mais tom à voz

A dupla imagem e som dá tom e brilho às vozes, além de trazer conexão, interatividade e muito mais informação
Vodcasts dão rosto às vozes; o que antes podia ser “imaginado”, tomou forma e o público quer assistir. (Getty Images/Getty Images)
Vodcasts dão rosto às vozes; o que antes podia ser “imaginado”, tomou forma e o público quer assistir. (Getty Images/Getty Images)
B
BússolaPublicado em 23/02/2022 às 09:00.

Por Alexandre Loures e Flávio Castro*

Vodcasts estão ganhando espaço e conquistando uma legião de fãs. Isso porque a opção de conhecer melhor os apresentadores, ampliar a conexão e ainda ter a opção de ouvir ou assistir a um episódio significa uma expansão do conteúdo produzido que possibilita oferecer, ao expectador, uma ampla gama de possibilidades e entretenimento.

Usuários querem usufruir da flexibilidade de opções. Isso quer dizer que o público quer ouvir ou assistir o que quiser, na hora que pretender, no formato que for mais útil e no canal que mais gostar.

Podcast não é rádio. Vodcast não é TV.

Podcast não é rádio porque é uma mídia sob demanda que pode ter inúmeros formatos, flexibilidade de tempo, e pode ser ouvido quando e aonde o ouvinte quiser.

Vodcasts são conteúdos em vídeo do que é produzido em áudio. Nada mais é do que um podcast filmado. Esse formato dá a quem está assistindo uma amplitude do que é ouvido. Ao ver os apresentadores e colaboradores, o público se conecta e se envolve com o que foi produzido de uma forma mais profunda, podendo assimilar gestos, olhares e “moods”.

Vídeos continuam em ascensão. E tendem a crescer ainda mais com o desenvolvimento das plataformas de streaming.

O bate-papo que virou um ‘Big Brother’ atrai criadores de conteúdo por causa, também, da rapidez com que podem ser produzidos e do baixo custo.

O Spotify, antenado nessa tendência, já anunciou a estreia de seu primeiro Vodcast no Brasil. O programa tem conteúdo exclusivo da própria ferramenta e também do YouTube.

Essa iniciativa é um passo importante da empresa para enfrentar a concorrência e um compromisso de oferecer a seus ouvintes outros meios de consumo de suas criações.

Os presidenciáveis brasileiros também estão aderindo a esse novo formato.

O trunfo dos canais da Internet é que eles dão tempo aos participantes de desenvolverem suas teses com mais tranquilidade e mostram os candidatos de uma maneira muito menos pretensiosa do que, por exemplo, uma entrevista em TV. Essa intimidade com o público é uma ferramenta poderosa de conquista.

Vodcasts dão rosto às vozes. O que antes podia ser “imaginado”, tomou forma e o público quer assistir.

Vídeos são sempre chamariz e a tecnologia avança a seu favor. Até o famoso filme Pânico, que estreou em janeiro uma nova versão, faz referência ao Vodcast em uma de suas tensas cenas.

O que é tendência, veio para ficar.

Então fica claro que Vídeos de Podcasts já viraram uma poderosa ferramenta de marketing.

A dupla Imagem + Som dá tom e brilho às vozes. Traz conexão, interatividade e muito mais informação.

Leia mais:

*Alexandre Loures e Flávio Castro são sócios da FSB Comunicação

Este é um conteúdo da Bússola, parceria entre a FSB Comunicação e a Exame. O texto não reflete necessariamente a opinião da Exame.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedInTwitter | Facebook | Youtube

Veja também