Um conteúdo Bússola

Sucos Natural One passam a usar embalagens de plástico 100% reciclado

Em parceria com Valgroup, companhia assume compromisso de trocar as embalagens de todo o portfólio em 5 anos; Laranja e Uva trocam agora
Foodtech investiu R$ 2,4 milhões em pesquisa (Germano Lüders/Exame)
Foodtech investiu R$ 2,4 milhões em pesquisa (Germano Lüders/Exame)
B
BússolaPublicado em 13/06/2022 às 10:34.

Por Bússola

A Natural One, líder na fabricação de sucos 100% naturais no Brasil, se uniu à Valgroup, uma das maiores produtoras, transformadoras e recicladoras de plástico no mundo, em um compromisso para o uso de embalagens fabricadas em resina PET PCR – resina pós-consumo reciclada – em todo o seu portfólio de sucos naturais, se tornando a pioneira no segmento a adotar plástico 100% reciclado em suas garrafas no país. Para implementação do projeto, a foodtech investiu R$ 2,4 milhões em pesquisa, desenvolvimento e ações de marketing.

O desenvolvimento da nova embalagem levou dois anos entre a concepção, estudos, escala industrial e licenciamento da Anvisa, uma vez que foi preciso um desenvolvimento especial para que esse material reciclado pudesse ser utilizado em produtos alimentícios, reduzindo a zero o risco de contaminação dos alimentos engarrafados com a matéria-prima. Por se tratar de um produto sem adição de aditivos, corantes ou conservantes, os sucos da Natural One demandaram um tipo específico de PET PCR para garantir sua integridade.

A novidade chega ao mercado brasileiro nos sucos naturais Laranja e Uva refrigerados de 1,5 litro ainda em julho deste ano. O objetivo é ampliar o uso da nova embalagem em todo o portfólio da marca nos próximos cinco anos.

Dados da International Solid Waste Association (ISWA) indicam que apenas 4% dos resíduos sólidos que poderiam ser reciclados são enviados para esse processo no Brasil – índice quatro vezes menor do que o apresentado em outros países com renda e grau de desenvolvimento econômico semelhantes.

O impacto desse compromisso será a retirada de circulação de 40 mil toneladas de plástico virgem da cadeia produtiva da Natural One nos próximos 5 anos. A fabricante de sucos naturais também se compromete a desenvolver rótulos e tampas 100% reciclados até 2027, além de reduzir a emissão de resíduos na fábrica em Jarinu (SP).

De acordo com o CEO da Natural One, Rafael Ivanisk, o uso do material traz diferentes benefícios socioambientais como a promoção da economia circular do plástico, atingindo positivamente as redes de catadores de materiais recicláveis para a criação de matérias-primas recicladas, além da redução no gasto de energia, na emissão de gases do efeito estufa e na geração de resíduos descartados na produção de plástico virgem.

“Um dos principais pilares da Natural One desde a fundação é o investimento constante em pesquisas e soluções tecnológicas focadas em sustentabilidade, saudabilidade e inovação em todas as etapas do nosso negócio — desde a captação ecologicamente correta das frutas e vegetais utilizados até o envasamento dos produtos”, afirma Rafael Ivanisk, CEO da Natural One.

“A Valgroup tem sua história pautada nos princípios do desenvolvimento econômico sustentável. Fomos pioneiros na implementação da tecnologia de reciclagem bottle-to-bottle no Brasil, sendo também a primeira empresa a obter a homologação na Anvisa para o uso da resina PET PCR food grade”, declara Eduardo Berkovitz, diretor de Relações Institucionais e Compliance da Valgroup.

Hoje, a Natural One já conta com o selo EU RECICLO, que indica a destinação correta do plástico utilizado.

 

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Calculadora do Bem mostra impacto ambiental gerado pela produção de roupas

ESG: Código Florestal faz 10 anos, a passos lentos e sob ameaças

Com mostra e mutirões, Recicla Orla chama atenção para impacto de resíduos