Acompanhe:

Programa vai impulsionar startups que promovem soluções sustentáveis para gestão de condomínios

Empresas selecionadas em desafio aberto do Lellolab receberão recursos financeiros, suporte e treinamento. Inscrições podem ser feitas gratuitamente até 19 de abril

Modo escuro

Continua após a publicidade
O objetivo do Desafio de Inovação Aberta do Lellolab é incentivar soluções criativas e disruptivas (piranka/Getty Images)

O objetivo do Desafio de Inovação Aberta do Lellolab é incentivar soluções criativas e disruptivas (piranka/Getty Images)

O Lellolab, laboratório de inovação do Grupo Lello, maior administradora de condomínios do Brasil, vai impulsionar startups, empreendedores individuais e universidades que tenham iniciativas de sustentabilidade e soluções de inovação para a gestão de condomínios residenciais. 

As empresas selecionadas para serem parceiras do Lellolab no desenvolvimento de soluções para a vida em comum nos condomínios receberão apoio financeiro para realização de prova de conceito e terão a oportunidade de participar da implementação de projetos inovadores em condomínios administrados pela Lello.

A Lello é responsável atualmente pela administração de 3,5 mil condomínios na capital paulista, região metropolitana da Grande São Paulo, interior e litoral do estado, onde moram mais de um milhão de pessoas, e gere um patrimônio calculado em R$ 190 bilhões.

Procurando soluções para os maiores desafios da vida em condomínios

O objetivo do Desafio de Inovação Aberta do Lellolab é incentivar soluções criativas e disruptivas para os desafios contemporâneos da vida em condomínios, visando propor soluções de médio e longo prazos para os edifícios de São Paulo e de todo o país. 

Podem participar do processo de seleção:

  • Startups que promovam ecossistemas de reciclagem para separação eficaz de resíduos sólidos,
  • Empreendedores que desenvolvem soluções de colaboração entre condomínios vizinhos com foco na redução de custos para os condôminos 
  • Ou iniciativas de “economia prateada”, que tragam comodidade e mais qualidade de vida para moradores com 50 anos ou mais de idade.

Também serão recebidas no processo de chamada do Lellolab propostas de startups com foco no desenvolvimento de ferramentas de gestão de longo prazo e de algoritmos para estimar futuros custos de manutenção dos prédios, garantindo o equilíbrio financeiro dos empreendimentos, além de projetos de interação e engajamento com síndicos e moradores por meio de coleta e análise de dados dos condomínios via inteligência artificial e outras tecnologias disponíveis. 

As empresas com os projetos mais alinhados à nossa atuação são convidadas a experimentar suas soluções em nosso ecossistema com a oportunidade de firmar parcerias de curto, médio e longo prazo. Por isso, estamos muito entusiasmados em poder lançar esta chamada para o Desafio de Inovação Aberta da Lello. Sabemos que a colaboração com o ecossistema de inovação é a chave para endereçarmos desafios complexos vividos nos condomínios, e estamos muito curiosos e entusiasmados em poder conhecer os projetos criativos que surgirão”, afirma Filipe Cassapo, diretor do Lellolab

Segundo ele, impulsionar startups que desenvolvam soluções para a vida dos condomínios é fundamental para garantir que os empreendimentos sejam permanentemente sustentáveis e financeiramente equilibrados, proporcionando qualidade de vida aos moradores, boas relações de vizinhança e a valorização do patrimônio comum

O diretor do Lellolab ainda enfatiza que o novo desafio aberto para startups foi formulado a partir de todo o conhecimento e background acumulado pelo Grupo Lello na administração de condomínios ao longo de 70 anos. 

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Quer um jatinho para Nova York? Essa startup fatura R$ 9 milhões agilizando a vida dos ultrarricos
seloNegócios

Quer um jatinho para Nova York? Essa startup fatura R$ 9 milhões agilizando a vida dos ultrarricos

Há 8 horas

Os FIDCs estão na idade da pedra. A Black 101 quer trazê-los para a era da IA
Exame IN

Os FIDCs estão na idade da pedra. A Black 101 quer trazê-los para a era da IA

Há 17 horas

Pioneira em tecnologias para todo mundo ter uma loja online, curitibana Olist quer 'virar banco'
seloNegócios

Pioneira em tecnologias para todo mundo ter uma loja online, curitibana Olist quer 'virar banco'

Há 20 horas

Uma visão de IA mais madura deve dar o tom do Web Summit Rio em 2024
seloNegócios

Uma visão de IA mais madura deve dar o tom do Web Summit Rio em 2024

Há 21 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais