Maior festival hacker da América Latina, #HFBR tem final esta semana em SP

12 finalistas se enfrentam em tempo real durante o Roadsec e disputam prêmio de R$ 50 mil após resolver desafios baseados em falhas de segurança reais
Palestras temáticas discutem assuntos relacionados a cibersegurança (HFBR/Divulgação)
Palestras temáticas discutem assuntos relacionados a cibersegurança (HFBR/Divulgação)
B
BússolaPublicado em 03/07/2022 às 13:49.

Após dois anos de pausa por conta da pandemia, o #HFBR maior campeonato hacker da América Latina está de volta em 2022. O torneio, organizado pelo Hackaflag, será decidido no dia 9 de julho, durante o Roadsec, maior festival hacker da América Latina, que acontece na Arca, em São Paulo.

A disputa começou com oito etapas classificatórias em março e abril, de forma online, com a participação de 240 competidores de todo o país. Agora, na decisão, os 12 finalistas se enfrentam em São Paulo e concorrem ao prêmio de R$50 mil, oferecido pelo Bradesco.

“O #HFBR é um campeonato hacker estilo CTF (capture the flag) em que os participantes têm seis horas para resolver desafios baseados em falhas de seguranças reais, exploradas em programas de Bug Bounty”, afirma Boot Santos, organizador do #HFBR. “Estamos felizes em poder retornar após dois anos. Nossa expectativa é que os competidores possam usar o torneio como forma de se preparar para enfrentar as ameaças que ocorrem em sistemas verdadeiros e mostrar o seu potencial para o mercado profissional”.

A final do #HFBR é uma das grandes atrações do Roadsec. A competição já passou por 30 cidades.

Veja também

Roadsec 2022

Focado em conhecimento técnico, recrutamento tech e networking entre a comunidade hacker, o Roadsec oferece ainda o espaço de troca de informação e aprendizado entre os fãs de tecnologia. “O festival proporciona uma ótima oportunidade para os competidores demonstrarem suas habilidades para as principais empresas do país, que, por sua vez, encontram no local os talentos mais gabaritados de todo o continente”, declara Anderson Ramos, CEO da Flipside e idealizador do Roadsec.

Dentre os keynotes, Samy Kamkar, lenda do setor, se destaca como palestrante do evento. Pesquisador de cibersegurança, ativista e criador do MySpace Worm, o vírus de disseminação mais rápida da história, Kamkar criou também o drone SkyJack, capaz de sequestrar e controlar outros drones por meio de rede wireless. Sua palestra “O futuro da exploração — o mundo é um lugar lindo” deve abordar as questões matemáticas e físicas encontradas na natureza ao nosso redor, e que devem ser exploradas por meio de tecnologias de baixo custo que ainda irão surgir.

Ao longo do dia, o público poderá acompanhar diversas palestras nos palcos temáticos distribuídos pelo espaço, que incluem: Ataque, eixo que retrata o ato de achar falhas de segurança em sistemas; Defesa, que irá focar em como proteger todo o cenário cibernético e evitar que o ataque aconteça; Front End, espaço direcionado à interface interativa e apresentável do sistema ou site; Back End, eixo que irá abordar a arquitetura de um software e o desempenho do sistema; e Hardware, voltado àqueles que projetam hardwares, DIY, makers, IoT, radio phreakers e wearables.

O festival também contará com eixos sobre Cloud, que deve apresentar ferramentas, tecnologias de segurança e privacidade, e metodologias para aprimorar o uso do serviço; e Data Science, que irá abordar assuntos de Machine Learning, Big Data, ética dos dados, tecnologias e técnicas que auxiliam o trabalho diário. “Cada eixo representa uma trilha de carreira em que os participantes já estão, desejam seguir ou têm vontade de conhecer melhor”, afirma o idealizador do evento.

Em cada trilha, referências do mercado irão gerar debates sobre a área que vão representar, Entre eles, estão Jessica Temporal, senior developer advocate na Auth0, cofundadora e co-host do podcast Pizza de Dados, primeiro podcast brasileiro sobre ciência de dados; Diego Collector, especialista em neurociência, e criador de conteúdo para defesa pessoal; Diogo Pé, criador do Galinha Programadora e do Programadores Brasil, e Jakeliny Gracielly, web developer e educator na Rocketseat e facilitadora de hackathons na Shawee.

Tema

A cada Roadsec é lançada uma ilustração que representa o universo do evento e conduz toda comunicação visual ao longo do ano. A inspiração de 2022 é imaginar realidades cyberpunk, com uma pitada de brasilidade. O artista João Antunes Jr. (@antunesketch_) é o responsável pelas ilustrações, que trazem referências da estética asiática e personagens que possuem representatividade PCD. A identidade do evento foi desenvolvida por Paulo Sica (@paulosica) inspirada na remasterização 4K de Akira.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube