Bússola
Um conteúdo Bússola

Instituto Baccarelli leva curso de moda criativa a CEUs de São Paulo

Iniciativa vai ensinar técnica de upcycling a 225 pessoas em aulas sobre corte-costura, sustentabilidade e empreendedorismo

Iniciativa conta com apoio da Marisa e metodologia do Centro Universitário Belas Artes (Guido Mieth/Getty Images)

Iniciativa conta com apoio da Marisa e metodologia do Centro Universitário Belas Artes (Guido Mieth/Getty Images)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 19 de junho de 2023 às 17h40.

As três unidades dos CEUs sob gestão do Instituto Baccarelli oferecem a formação Upcycling: Curso de Moda Criativa ― com foco no processo de reutilização sustentável de materiais para produção de novos artigos ―, voltada para moradores das comunidades atendidas pelos equipamentos. Fruto da parceria do Instituto com a rede de moda feminina Marisa e o Centro Universitário Belas Artes, os cursos promovem uma habilitação completa em temas relacionados à moda e empreendedorismo, indo desde noções de corte-costura, design e processos criativos até questões de sustentabilidade e comunicação.

Com duração de 9 meses, os cursos contam com aulas semanais, e pretendem beneficiar 225 pessoas dos CEUs São Pedro / José Bonifácio, Carrão / Tatuapé e Parque Novo Mundo, com idade a partir de 16 anos. As inscrições são realizadas diretamente na secretaria de cada unidade e, em casos de turmas já preenchidas, é possível se cadastrar em filas de espera para possíveis novas vagas. As classes serão compostas por até 15 alunos, e as aulas acontecem em turmas de segunda e quarta; terça e quinta; e aos sábados. Ao final do semestre, haverá ainda um desfile para exibição das peças criadas, e todos os participantes que cumprirem com a carga horária mínima receberão certificados emitidos pelo Centro Universitário Belas Artes.

“Nossa missão é transformar vidas”, afirma o Edilson Ventureli, diretor executivo do Instituto Baccarelli. “E essa transformação passa por ampliar os horizontes das pessoas, criar novas oportunidades. Para nós do Instituto Baccarelli é uma honra poder oferecer um curso tão completo para as populações atendidas pelos CEUs Carrão / Tatuapé, São Pedro / José Bonifácio e Parque Novo Mundo. E é extraordinário ter ao nosso lado instituições que são referência em suas áreas, como a Marisa e o Centro Universitário Belas Artes.”

Ação social e sustentável

Patrocinadora da iniciativa, a Marisa vai fornecer 12 mil peças de insumo para os cursos, além de custear profissionais, equipamentos, materiais de aula, participar de palestras e ofertar oficinas de estilo. As doações provêm de peças que não estavam em perfeito estado para venda e endossa o pilar social e sustentável da rede, que desde 2021, busca por iniciativas mais humanas e harmoniosas com a natureza.

"A Marisa é uma das marcas que mais entende a mulher brasileira e que valoriza o empreendedorismo feminino e a sustentabilidade da moda. Acreditamos que a moda pode e deve ser sempre reaproveitada, reciclada, repensada, revisitada e com iniciativas como essa, podemos apoiar e contribuir para o desenvolvimento das mulheres em situação de vulnerabilidade social. Ressignificar peças que seriam descartadas é um uma das importantes frentes que estamos em constante desenvolvimento e faz parte de em um dos nossos pilares de circular fashion na nossa estratégia de sustentabilidade" comenta Nivea Pizzolito, coordenadora de sustentabilidade da companhia.

Já o Centro Universitário Belas Artes, que abriga um dos mais conceituados cursos de moda do país, será responsável pela metodologia dos cursos. Visando capacitar pessoas da periferia em técnicas de upcycling, a ação tem como objetivo potencializar a inclusão e o empoderamento, bem como criar espaços de negócio sustentáveis ― temas importantes tanto para a Marisa quanto para o Centro Universitário Belas Artes.

Ao longo do curso, 5 objetivos específicos serão perseguidos: sensibilizar o público-alvo em temas-chave da iniciativa, como sustentabilidade e profissionalização; compreender as necessidades e a vocação particular de cada grupo atendido e seus territórios; ensinar os temas de sustentabilidade, moda, identidade, processos criativos, corte costura e design; transformar os insumos em produtos sustentáveis; e empreender, capacitando as mulheres participantes em temas como construção de marca, vendas e negócios.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Faturando R$ 6 mi, empresário lança primeiro metaverso de educação no país

Constanza Hummel: É possível aprender enquanto trabalha?

PLAY: A Cidade de Vapor, livro póstumo de Carlos Ruiz Zafón, honra o autor

Acompanhe tudo sobre:ModaEducação

Mais de Bússola

Por que a Minalba vai apostar na distribuição de bebidas esportivas?

SOS RS: Betano e Atlético Mineiro se unem e vendem 46 mil ingressos a R$ 10 para ajudar vítimas

Maria Rita: a igualdade de gênero cresce lentamente e isso incomoda 

O que são data centers e qual é a sua importância em tempos de crise?

Mais na Exame