Acompanhe:

A ministra do Planejamento, Simone Tebet, descartou neste sábado, dia 30, qualquer discussão no governo sobre eventuais mudanças na meta fiscal até o meio do ano. As declarações foram feitas em entrevista à CNN Brasil.

'Guerra das bebidas': Fabricantes de cervejas e de destilados duelam por alíquotas mais baixas na Reforma Tributária

Segundo ela, a meta de déficit zero definida para este ano será mantida “pelo menos até o meio do ano”, quando o cenário poderia ser reavaliado. Sobre 2025, uma possível meta de superávit de 0,5% do PIB ainda será discutida.

– É preciso lembrar que iniciamos 2023 com déficit fiscal de R$ 230 bilhões e tendo que recuperar muitas políticas públicas paralisadas pelo governo anterior – disse a ministra. – Baixamos o déficit e, agora, o objetivo é zerar.

Escolhida para participar do governo como uma “voz dissonante”, especialmente na economia, Tebet disse estar satisfeita com o que viu até agora e celebrou o crescimento econômico registrado no ano passado:

– Meu papel é ser a chata, como um grilo falante.

Ministra quer entender mudança na política monetária

A ministra disse ainda que, apesar de concordar e de ter votado a favor da autonomia do Banco Central (BC), quer entender os motivos pelos quais a autoridade monetária sinalizou uma desaceleração no ritmo dos cortes na taxa Selic.

Perguntada pelos entrevistadores se os juros poderiam ficar abaixo de 9% (conforme as projeções do mercado), Tebet afirmou que esse patamar "não pode ser um piso", ou o Brasil continuará a ter um dos maiores juros reais do mundo.

Questionada sobre supostas interferências do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em empresas privadas e de economia mista, como e Petrobras, Vale, Tebet disse que Lula quer ter “amigos” nessas companhias.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Governo manterá diálogo intenso sobre LDO até data-limite para envio ao Congresso, diz ministro
Economia

Governo manterá diálogo intenso sobre LDO até data-limite para envio ao Congresso, diz ministro

Há uma semana

Meta fiscal pode mudar em 2025? Especialistas respondem o que está em jogo neste debate
Economia

Meta fiscal pode mudar em 2025? Especialistas respondem o que está em jogo neste debate

Há uma semana

Tebet vê receitas 'se exaurindo' e diz que revisão de meta em superávit de 2025 'está na mesa'
Economia

Tebet vê receitas 'se exaurindo' e diz que revisão de meta em superávit de 2025 'está na mesa'

Há uma semana

Simone Tebet diz que subirá em palanque de Ricardo Nunes quando Jair Bolsonaro não estiver
Brasil

Simone Tebet diz que subirá em palanque de Ricardo Nunes quando Jair Bolsonaro não estiver

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais