Brasil

Tarcísio vai aos EUA para vender R$ 220 bilhões em concessões

Tarcísio realizará uma série de reuniões e agendas bilaterais com bancos e fundos de investimento em Nova York

André Martins
André Martins

Repórter de Brasil e Economia

Publicado em 13 de maio de 2024 às 08h17.

Tudo sobreTarcísio Gomes de Freitas
Saiba mais

O governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) inicia nesta segunda-feira, 13, uma viagem aos Estados Unidos para apresentar a carteira de concessões, desestatizações e parcerias do estado de São Paulo, estimada em mais de R$ 220 bilhões.

Tarcísio realizará uma série de reuniões e agendas bilaterais com bancos e fundos de investimento em Nova York. O governo não divulgou os secretários e políticos que integram a comitiva do governador.

A expectativa da gestão paulista é realizar 44 leilões até o final de 2026. O governo já realizou três dos 13 certames previstos para este ano: as concessões do Trem Intercidades de Campinas e do Lote Litoral Paulista e a privatização da Empresa Metropolitana de Águas e Energia (Emae).

A privatização da Sabesp, principal projeto da gestão Tarcísio, está em fase final e deve ser concluída até o meio de 2024.

Outros projetos como o túnel imerso Santos-Guarujá, em parceria com o governo Lula, os lotes rodoviários Nova Raposo, Rota Sorocabana e Paranapanema e as concessões das linhas 11, 12 e 13 da CPTM também estão programadas para esse ano.

O governo planeja ainda uma PPP para construção, manutenção e operação de serviços não pedagógicos de 33 novas escolas.

A concessão de serviços lotéricos estaduais é outro projeto previsto para 2024, como nova fonte de recursos para financiamento de políticas públicas.

O estado também vai leiloar a concessão da construção de moradias na região central da capital – o projeto prevê mais de 5,5 mil moradias nos três primeiros anos.

Essa é a terceira missão internacional do chefe do executivo paulista em 2024. Em fevereiro, Tarcísio fez um road show pela Europa para buscar investidores. 

O governador visitou Israel em março para uma agenda com o premiê do pais Benjamin Netanyahu após uma crise diplomática entre o Brasil e a nação do Oriente Médio.

Agenda de Tarcísio nos EUA

A primeira agenda do governador de São Paulo será com investidores internacionais em um encontro organizado pelo Banco Santander.

A comitiva ainda se reúne com integrantes do Bank of America e investidores para apresentar projetos.

Ainda durante a semana, Tarcísio participa de outros dois eventos.

O chefe do executivo será um dos debatedores do painel “Oportunidades e Desafios no Brasil” na conferência “Brazil & Word Economy”, promovido pelo BTG Pactual (do mesmo grupo controlado pela EXAME).

Na sequência, Tarcísio vai participar do Summit Brasil-USA, que deve discutir a agenda de reformas do país.

O governador encerra a missão com uma apresentação da carteira de concessões do estado a cerca de 30 investidores e representantes de grupos privados na conferência do Itaú BBA Latin América.

Acompanhe tudo sobre:Tarcísio Gomes de FreitasEstado de São PauloConcessões

Mais de Brasil

Ministério da Saúde amplia vacinação contra dengue; veja nova faixa etária

Reviravolta em julgamento sobre 'sobras eleitorais' pode anular eleição de sete deputados; entenda

Privatização da Sabesp será concluída em 22 de julho; veja os mais cotados para vencer a disputa

Quem é Mello Araújo, anunciado como vice de Nunes em São Paulo

Mais na Exame