Acompanhe:

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), disse que é favorável ao término da concessão da Enel na capital paulista e que sugeriu ao ministro de Minas e Energia (MME), Alexandre Silveira, "o início do processo de caducidade" do contrato da empresa na capital paulista.

A afirmação foi feita em entrevista à TV CNN Brasil. O governador paulista diz ter feito a sugestão na semana passada, em reunião em Brasília.

Ao comentar sobre a possibilidade de término da concessão, Tarcísio teria usado como exemplo um episódio de quando era ministro de Infraestrutura do governo Jair Bolsonaro. Ele teria ameaçado encerrar o contrato da rodovia Transnordestina durante sua gestão. A empresa concessionária, com receio de perdê-la, teria retomado as obras.

A declaração do governador de São Paulo ocorre após Silveira afirmar que a concessionária italiana "passou dos limites" e pedir à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que considere todas as formas de punição, inclusive o fim do contrato de concessão.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Justiça de SP determina que Enel reduza suspensões de energia e atenda consumidores com rapidez
Brasil

Justiça de SP determina que Enel reduza suspensões de energia e atenda consumidores com rapidez

Há 11 horas

Novo metrô na Faria Lima: concessão da Linha 1-Azul poderá ajudar a pagar obra
Brasil

Novo metrô na Faria Lima: concessão da Linha 1-Azul poderá ajudar a pagar obra

Há um dia

Explosão em usina hidrelétrica da Enel na Itália deixa três mortos e seis desaparecidos
Mundo

Explosão em usina hidrelétrica da Enel na Itália deixa três mortos e seis desaparecidos

Há 3 dias

Aneel nega recurso da Enel SP e mantém multa de R$ 165,8 milhões à distribuidora
Brasil

Aneel nega recurso da Enel SP e mantém multa de R$ 165,8 milhões à distribuidora

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais