Brasil

Raiva canina: São Paulo registra 1º caso em 40 anos; saiba como vacinar seu cachorro

Por causa desse registro, a Secretaria Municipal da Saúde começou uma série de ações, como a vacinação dos animais de casa em casa, na área de abrangência, por tempo indeterminado

Nos dias 1º e 2 de setembro foram visitados quase 400 imóveis e vacinados mais de 360 animais (Square Dog Photography/Getty Images)

Nos dias 1º e 2 de setembro foram visitados quase 400 imóveis e vacinados mais de 360 animais (Square Dog Photography/Getty Images)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 6 de setembro de 2023 às 16h56.

Última atualização em 6 de setembro de 2023 às 20h44.

Após 40 anos, foi identificado um caso de raiva canina na cidade de São Paulo. A notificação, feita pelo Instituto Pasteur no dia 1º de setembro, é de um cão do bairro Butantã, zona oeste da capital paulista.

O caso segue em investigação pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde. Mas, por causa desse registro, a Secretaria Municipal da Saúde começou uma série de ações, como a vacinação dos animais de casa em casa, na área de abrangência, por tempo indeterminado. Nos dias 1º e 2 de setembro, já foram visitados quase 400 imóveis e vacinados mais de 360 animais, como parte das atividades de bloqueio.

A cidade não registrava casos de raiva em cães, da variante canina, desde 1983. Já em relação à variante transmitida pelo morcego, o que é mais comum, o último caso aconteceu em 2011.

A prefeitura de São Paulo oferece imunização gratuita contra a raiva para cães e gatos, durante todo o ano, em 18 postos fixos espalhados pela cidade, e também em postos volantes distribuídos pelo município.

Saiba onde vacinar seu pet contra raiva:

  • Divisão de Vigilância de Zoonoses: Rua Santa Eulália, 86, em Santana (de segunda a sexta-feira das 9h às 17h e de sábado das 9h às 15h);
  • UVIS Aricanduva/Mooca: Avenida Salim Farah Maluf, 4.336 (de segunda a sexta-feira das 9h às 15h);
  • UVIS Butantã: Avenida Caxingui, 656/658 (de segunda a sexta-feira das 9h às 15h);
  • UVIS Cidade Ademar: Rua Maria Cuofono Salzano, 185 (de segunda a sexta-feira das 8h às 15h);
  • UVIS Ermelino Matarazzo: Rua Aurivercine Duarte de Oliveira, 50 (de segunda a sexta-feira das 9h às 16h);
  • UVIS Freguesia do Ó: Rua Chico de Paula, 238 (de segunda a sexta-feira das 9h às 15h);
  • UVIS Guaianases: Rua Professor Francisco Pinheiro, 179 (de segunda a sexta-feira das 9h às 16h);
  • UVIS Itaim Paulista: Rua Ererê, 260 (de segunda a sexta-feira das 9h às 16h);
  • UVIS M’Boi Mirim: Rua Baldomero Carqueja, 60 (de segunda a sexta-feira das 9h às 15h);
  • UVIS Vila Mariana/Jabaquara: Rua Genaro de Carvalho, 101 (de segunda a sexta-feira das 8h às 15h);
  • UVIS Jaçanã: Rua Maria Amália Lopes de Azevedo, 3.676 (de segunda a sexta-feira das 9h às 11h e das 14h às 16h);
  • UVIS Lapa: Rua Sumidouro, 712 (de segunda a sexta-feira das 9h às 16h);
  • UVIS Parelheiros: Rua Cristina Schunck Klein, 23 (de segunda a sexta-feira das 9h às 15h);
  • UVIS Penha: Rua Mandú, 451 (de segunda a sexta-feira das 9h30 às 16h);
  • UVIS São Mateus: Rua Mauro Bonafé Pauletti, 199 (de segunda a sexta-feira das 9h às 16h);
  • UVIS São Miguel: Rua José Pereira Cardoso, 193 (de segunda a sexta-feira das 9h às 16h);
  • UVIS Vila Prudente: Rua Ettore Ximenes, S/Nº (de segunda a sexta-feira das 9h às 16h);
  • UVIS Santa Cecília: Rua Albuquerque Lins, 40 (de segunda a sexta-feira das 9h às 15h);
Acompanhe tudo sobre:CachorrosVacinassao-paulo

Mais de Brasil

Polícia prende ao menos 60 suspeitos por crimes como assaltos e saques em meio às chuvas no RS

Aeroporto de Rio Grande é reaberto para operações de resgate e voos humanitários

Duas barragens no Rio Grande do Sul seguem em nível de emergência

Dinheiro, comida e água: o que os governos estaduais já doaram para o Rio Grande do Sul

Mais na Exame