Acompanhe:

Não votou no primeiro turno? Prazo para justificar ausência termina hoje; saiba como

Quem não justificar fica sem poder emitir o certificado de quitação eleitoral, e terá transtornos para solicitar documentos oficiais, por exemplo, como identidade ou passaporte

Modo escuro

Continua após a publicidade
Quem não justificar terá dificuldade em solicitar documentos oficiais. (Patricia Monteiro/Bloomberg)

Quem não justificar terá dificuldade em solicitar documentos oficiais. (Patricia Monteiro/Bloomberg)

A
Agência Brasil

Publicado em 1 de dezembro de 2022 às, 10h49.

Hoje (1º) é o último dia para o eleitor que não votou no primeiro turno das eleições gerais, em 2 de outubro, justificar a ausência e, assim, ficar em situação regular com a Justiça Eleitoral.

Quem não justificar fica sem poder emitir o certificado de quitação eleitoral, o que gera transtornos como dificuldade na solicitação de documentos oficiais, por exemplo, como identidade ou passaporte, entre outras limitações. Isso ocorre porque o voto é obrigatório no Brasil, para quem tem entre 18 e 70 anos.

Para ficar quite com a Justiça Eleitoral é preciso ter votado em todas as eleições passadas ou justificado as ausências. O eleitor também não pode ter deixado de atender aos chamados para trabalhar como mesário. Caso esteja irregular, é necessário regularizar a situação por meio do pagamento de multas, por exemplo.

Como justificar

Cada turno de votação é contabilizado como uma eleição independente pela Justiça Eleitoral. O prazo de justificativa é de 60 dias após o pleito. No caso do primeiro turno das eleições deste ano, a data cai nesta quinta-feira (1°).

Existem três formas de justificar a ausência às urnas: pelo aplicativo e-Título; pelo Sistema Justifica, nos portais da Justiça Eleitoral; ou preenchendo um formulário de justificativa eleitoral.

Cada justificativa é válida somente para o turno que o eleitor não compareceu. Assim, caso tenha deixado de votar no primeiro e no segundo turno da eleição, terá de justificar a ausência duas vezes – uma para cada turno.

Vale lembrar que quem justificar ausência no primeiro turno nesta quinta-feira também já pode realizar o procedimento caso tenha faltado ao segundo turno, em 30 de outubro, não sendo necessário aguardar o fim do prazo.

Além de preencher dados e dar o motivo para ter faltado à votação, é aconselhável anexar documentos que comprovem a justificativa, que em todo caso deve ser analisada por um juiz eleitoral, que pode aceitá-la ou não.

Últimas Notícias

Ver mais
Coreia do Sul inicia eleições legislativas cruciais para o presidente
Mundo

Coreia do Sul inicia eleições legislativas cruciais para o presidente

Há 5 dias

Após janela partidária, PSDB fica sem vereador em 12 capitais; veja lista
Brasil

Após janela partidária, PSDB fica sem vereador em 12 capitais; veja lista

Há uma semana

Aliados de Nunes dizem que filiação de Aldo Rebelo ao MDB dificulta sua indicação para vice
Brasil

Aliados de Nunes dizem que filiação de Aldo Rebelo ao MDB dificulta sua indicação para vice

Há uma semana

Aldo Rebelo troca PDT por MDB e mira vice de Ricardo Nunes
Brasil

Aldo Rebelo troca PDT por MDB e mira vice de Ricardo Nunes

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais