Brasil
Acompanhe:

Guido Mantega: Não serei ministro, já fui e não pretendo ser mais

Mantega disse à GloboNews que sua participação e de outros ex-membros de gestões passadas no governo de transição não implica em cargo na Esplanada

Mantega: "As pessoas que estão lá não são um grupo ministerial" (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Mantega: "As pessoas que estão lá não são um grupo ministerial" (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

E
Estadão Conteúdo

11 de novembro de 2022, 17h53

O ex-ministro Guido Mantega negou nesta sexta-feira, 11, a chance de ser ministro na nova gestão de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Ressaltando que já comandou as pastas da Fazenda e do Planejamento, Mantega disse à GloboNews que sua participação e de outros ex-membros de gestões passadas no governo de transição não implica em cargo na Esplanada.

"Esta questão da participação no grupo de transição está sendo superestimada. Grupo de transição é para ajudar novo governo a modificar estrutura do governo anterior", afirmou, complementando: "As pessoas que estão lá não são um grupo ministerial. É claro que poderão ser escolhidas pessoas que estão lá. Eu, por exemplo, não serei ministro, já tô indicando. Já fui ministro da Fazenda, já fui ministro do Planejamento e não pretendo ser mais ministro. Eu saio desta vanguarda e fico na retaguarda ajudando com conselhos e tudo o mais."

LEIA TAMBÉM: 

Moraes determina multa de R$ 100 mil por hora a donos de veículos que obstruírem lugares públicos

Prazo de 4 anos para Bolsa Família fora do teto é considerado, diz Wellington Dias