Brasil

Frente fria vai provocar pancadas de chuva nos próximos dias; veja a previsão para cada região

Para esta terça, há possibilidade de tempestades para SP, Rio e Minas, além de um 'Alerta Vermelho' para Salvador

Chuvas pelo Brasil: diversos estados devem enfrentar temporais (Allison Sales/FotoRua/NurPhoto/Getty Images)

Chuvas pelo Brasil: diversos estados devem enfrentar temporais (Allison Sales/FotoRua/NurPhoto/Getty Images)

Mateus Omena
Mateus Omena

Repórter da Home

Publicado em 9 de abril de 2024 às 16h48.

Última atualização em 9 de abril de 2024 às 17h00.

Nos próximos dias, há previsão de avanço de uma frente fria em várias regiões do Brasil, com a possibilidade de ocorrência de temporais.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta nesta terça-feira, 9, indicando a chance de chuvas intensas, rajadas de vento, queda de granizo e alagamentos em determinados locais.

Na Região Sul, por exemplo, espera-se que essa massa de ar frio resulte em chuvas intensas em municípios de Santa Catarina e Paraná ao longo da semana. Além disso, outras áreas do país também podem enfrentar precipitações durante esse período. No Norte do país, há expectativa de acumulações que podem ultrapassar os 80 mm.

Para esta terça-feira, o instituto também alertou para tempestades em todo o estado de São Paulo, e nas regiões ao sul de Minas Gerais e do Rio Janeiro. A chuva deve ficar entre 20 e 30 mm/h, com ventos intensos de até 60 km/h. No entanto, a possibilidade de problemas como corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores e alagamentos é baixa.

Há um alerta vermelho para acumulados de chuvas em Salvador, que enfrenta fortes chuvas desde o fim de semana e diversos danos causados por enchentes e deslizamentos de encostas. Para algumas regiões do Mato Grosso, Pará, Tocantins e Goiás têm alerta de "perigo" para chuvas intensas.

Veja a previsão do Inmet para cada região nos próximos 7 dias

Norte

Há previsão de pancadas de chuva com quantidades superiores a 80 mm nos estados do Amazonas, Pará e Tocantins, acompanhadas por trovoadas, raios e rajadas de vento. Por outro lado, em Roraima e no noroeste do Pará não são esperadas chuvas fortes. 

Nordeste

Para esta região, diversos municípios do Piauí, Ceará, Maranhão, Rio Grande do Norte e Paraíba devem ser receber temporais provocados pela ZCIT (Zona de Convergência Intertropical).

Após ser atingido por fortes chuvas e rajadas de ventos, o estado da Bahia pode ter um clima mais ameno, pois não há previsão de precipitação em vários pontos. A situação é a mesma para os estados de Pernambuco, Alagoas e Sergipe.

Centro-Oeste

Para o centro-sul de Mato Grosso do Sul, são esperados grandes volumes de chuva, com acumulados acima de 70 mm. No entanto, para Goiás e o Distrito Federal, as chuvas não devem intensas.

Sudeste

O Inmet indica tempo quente e seco na maior parte da região, com exceção de pancadas de chuva previstas no sudeste e leste dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, onde os acumulados podem ultrapassar os 60 mm.

Sul

Uma frente fria oceânica deve provocar chuvas intensas em Santa Catarina e Paraná nos próximos dias. Há previsão também de raios, ventos fortes e granizo. No Rio Grande do Sul, os maiores volumes de chuva são esperados para o fim de semana.

*Com informações de O Globo

Acompanhe tudo sobre:ChuvasMeteorologiaClimasao-pauloRio de JaneiroMinas GeraisRegião NordesteRio Grande do SulSudeste

Mais de Brasil

Bolsonaristas criticam Moraes por derrubar norma sobre aborto; governistas apoiam decisão

Enchentes agora atingem SC; mais de 800 estão fora de casa devido a inundações

Nível do Guaíba cai 17 cm em Porto Alegre e segue baixando

Adaptação das cidades à crise climática exige mudança de paradigma, dizem especialistas

Mais na Exame