Brasil

Falta de energia prejudica abastecimento de água em São Paulo, diz Sabesp

Veja quais municípios e bairros da capital paulista tiveram o abastecimento de água prejudicados pela falta de energia

 (Roberto Parizotti/Fotos Públicas)

(Roberto Parizotti/Fotos Públicas)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 4 de novembro de 2023 às 14h27.

A falta de energia em algumas regiões de São Paulo, devido às fortes chuvas de ontem, prejudicou o abastecimento de água em alguns bairros da capital e na Grande São Paulo, informou a Sabesp em nota.

O restabelecimento de energia na cidade de São Paulo será gradual, e ainda pode levar tempo, afirmou a Enel Distribuição São Paulo. Segundo a empresa, as chuvas que atingiram a capital na tarde de ontem afetaram a distribuição principalmente na zona Sul e Oeste "danificando trechos inteiros da rede de distribuição em diversos pontos".

Seis pessoas morreram em São Paulo em decorrência das fortes chuvas e rajadas de vento que atingiram o estado nessa sexta-feira (3). A velocidade dos ventos, segundo a Defesa Civil do Estado, chegou a 151 quilômetros por hora (km/h) em Santos. Na capital paulista, as rajadas chegaram a 103,7 km/h, recorde dos últimos cinco anos.

Quatro pessoas morreram por conta da queda de árvores, sendo uma em Osasco, uma em Suzano, municípios da Grande São Paulo; e duas na zona leste da capital paulista. Também houve óbito em Limeira, por desabamento de um muro, e em Santo André, devido à queda da parede de um prédio.

Quais municípios foram afetados?

Segundo a empresa, houve paralisação em instalações e estações elevatórias, afetando o nível dos reservatórios e, consequentemente, o atendimento nos municípios de:

  • Itapecerica da Serra
  • Mauá
  • Cotia
  • Santo André
  • Diadema
  • Osasco
  • Barueri
  • Guarulhos
  • Taboão da Serra
  • Itaquaquecetuba
  • Biritiba Mirim
  • Suzano

Quais bairros foram afetados?

Na capital paulista, a falta d'água prejudica os bairros de Americanópolis, São Mateus, Itaquera, Vila Mariana,Vila Clara, Santa Etelvina, Guaianazes, Cidade Tiradentes, Vila Mascote, Vila Santa Catarina, Vila Joaniza, Campo Grande, Jardim Promissão, Pedreira, Cidade Ademar, Chácara Flora, Morumbi e Capão Redondo.

A Sabesp informou, ainda, que realiza manobras operações, com o uso de caminhões-tanque, para amenizar a situação e atender os pontos mais críticos.

Acompanhe tudo sobre:sao-pauloEnergia elétricaÁguaSabesp

Mais de Brasil

Lula diz que Juscelino Filho, ministro indiciado pela PF, tem 'direito de provar que é inocente'

Inmet alerta para baixa umidade no Centro-Oeste e Sudeste; chuvas devem voltar no RS na sexta-feira

Letrus recebe R$ 5 milhões do governo dos EUA para estudo sobre IA na educação

Câmara aprova projeto que cria cadastro nacional de condenados por violência contra a mulher

Mais na Exame