Comissão do Senado chama Camilo Santana para explicar falhas no Sisu

Resultados do Sisu 2024 foram divulgados com erros em janeiro no portal do MEC

O pedido de esclarecimentos acontece após a divulgação indevida de resultados provisórios do Sisu de 2024 (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
O pedido de esclarecimentos acontece após a divulgação indevida de resultados provisórios do Sisu de 2024 (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 27 de fevereiro de 2024 às 12h31.

Última atualização em 27 de fevereiro de 2024 às 12h31.

A Comissão de Educação do Senado Federal aprovou nesta terça-feira um requerimento para que o ministro da Educação, Camilo Santana, compareça à Casa para prestar esclarecimentos sobre os problemas ocorridos no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) de 2024, ferramenta que divulga resultados de vagas do Enem.

O pedido de esclarecimentos acontece após a divulgação indevida de resultados provisórios do Sisu de 2024. No início de fevereiro, o Ministério da Educação (MEC) admitiu o erro. A pasta alegou que os dados publicados ainda não estavam homologados e ficaram disponíveis por 25 minutos.

Na manhã do dia 30 de janeiro, os resultados provisórios foram divulgados. Alguns candidatos conseguiram acessar o site, que mostrava a aprovação no curso e instituição selecionados de forma indevida. O resultado oficial foi divulgado com atraso, e frustrou estudantes que acreditaram ter obtido uma vaga em instituição pública de ensino superior. O sistema também apresentou instabilidade e dificuldades para ser acessado pelos candidatos.

"O que houve foi uma divulgação indevida de resultados provisórios, ainda não homologados, durante 25 minutos da manhã do dia 31 de janeiro. A ocorrência está sendo rigorosamente apurada", explicou o MEC em nota.

O MEC alegou que as primeiras listas de aprovados divulgadas estavam equivocadas porque foram ao ar antes da finalização do cálculo de cotas. Na última quarta-feira a pasta anunciou suspensão da convocação da Lista de Espera e a publicação do relatório gerencial do Sistema de Seleção Unificado (Sisu).

No pedido pelo convite para que o ministro preste esclercimentos à Comissão de Educação, o senador Alessandro Vieira (MDB-SE) afirma que os problemas apresentados no Sisu 2024 afetam o planejamento dos estudantes e os calendários dos processos seletivos deixam de coincidir.

“Dada a importância do Sisu, é essencial que ele funcione da forma mais transparente e justa possível. Intercorrências na operacionalização do sistema vêm prejudicando o resultado desta política ao longo dos anos”, destaca Vieira no documento.

Na última reunião realizada pela comissão, o colegiado já tinha aprovado requerimento para que a secretária de Ensino Superior do MEC, Denise Pires de Carvalho, também compareça ao Senado para prestar esclarecimentos sobre as inconsistências na divulgação do resultado do Sisu.

Mais de Brasil

Pasta da Saúde fecha acordo com Moderna para compra de 12,5 milhões de vacinas contra covid

Vamos ampliar pagamento do Pé-de-Meia para todos os estudantes inscritos no CadÚnico, afirma Lula

Lewandowski defende alterar Constituição para aumentar poder da União na segurança pública

Lula vai falar com Lira e Pacheco e governo pode ceder parte do veto em emendas, diz Randolfe

Mais na Exame