Brasil

Chuvas no RS: sobe para 95 o número de mortos; veja serviços parados e previsão de retorno

Maior parte dos municípios do estado segue sem luz, energia elétrica e telefonia; nível dos rios continua alto

Rio Grande do Sul: desastre já ultrapassa dos 95 mortos (Fraport Brazil/AFP)

Rio Grande do Sul: desastre já ultrapassa dos 95 mortos (Fraport Brazil/AFP)

Luiza Vilela
Luiza Vilela

Repórter de POP e Redatora da Homepage

Publicado em 7 de maio de 2024 às 19h17.

Última atualização em 7 de maio de 2024 às 19h45.

Tudo sobreEnchentes no RS
Saiba mais

O governo do Rio Grande do Sul atualizou nesta terça-feira, 7, o novo balanço de óbitos, feridos, desaparecidos, desalojados, municípios afetados e monitoramento dos serviços de infraestrutura no estado, após as fortes chuvas que assolam a região.

Segundo o último levantamento, 95 pessoas morreram por consequência das fortes chuvas que se alastram no estado. Outros quatro óbitos estão em investigação. Pelo menos 131 pessoas seguem desaparecidas e 362 pessoas estão feridas. Ao todo, mais de 1,5 milhão de pessoas de 401 municípios foram afetados.

Governo gaúcho pede que população evite 'turismo de desastre' em meio a enchentes no RS

Veja o balanço

  • Municípios afetados: 401
  • Pessoas em abrigos: 48.799
  • Desalojados: 159.036
  • Afetados: 1.443.950
  • Feridos: 372
  • Desaparecidos: 131
  • Óbitos: 95
  • Óbitos em investigação: 4

Óbitos em investigação (4)*

  • Caxias do Sul (1)
  • Pinhal Grande (1)
  • Santa Maria (1)
  • Três Coroas (1)

*Está sendo apurado se os óbitos têm relação com os eventos meteorológicos.

Nível dos rios às 17h

  • Guaíba - Porto Alegre – 5,22 metros
  • Sinos - São Leopoldo - 7,12 metros
  • Gravataí - Passo das Canoas - 6,19 metros
  • Rio Taquari - Estrela – 15,05 metros
  • Rio Caí - Feliz – 3,35 metros
  • Rio Uruguai - Garruchos – 16,59 metros (nível de inundação 15,00)
  • Lagoa dos Patos (Laranjal) – 2,18 metros (nível de inundação 1,50)
Cascão, da Turma da Mônica, entra na água para incentivar doações ao RS

Energia elétrica, água e telefonia

  • CEEE Equatorial: 221.326 pontos sem energia elétrica (12,3% do total de clientes);
  • RGE Sul: 233,6 mil pontos sem energia elétrica (7,6% do total de clientes);
  • Corsan: 606.744 clientes sem abastecimento de água (21% do total);
  • TIM: 16 municípios sem serviços de telefonia e internet;
  • Vivo: 35 municípios sem serviços de telefonia e internet;
  • Claro: 6 municípios sem serviços de telefonia e internet.
Com colapso nos transportes no RS, empresas dão férias coletivas e alongam prazos de entrega

Panorama nas escolas estaduais

Dados das escolas afetadas (danificadas, servindo de abrigo, com problemas de transporte, com problema de acesso e outros):

  • 855 escolas
  • 228 municípios
  • 28 Coordenadorias Regionais de Educação (CRE)
  • 293.594 estudantes impactados
  • 421 escolas danificadas
  • 68 escolas servindo de abrigo

Retomada das aulas

CREs que retomaram as aulas na terça-feira (7/5):

  • Uruguaiana (10ª);
  • Osório (11ª);
  • Erechim (15ª);
  • Palmeira das Missões (20ª);
  • Três Passos (21ª);
  • São Luiz Gonzaga (32ª);
  • São Borja (35ª);
  • Ijuí (36ª);
  • Caxias do Sul (4ª);
  • Pelotas (5ª);
  • Santa Cruz do Sul (6ª);
  • Passo Fundo (7ª);
  • Santa Maria (8ª);
  • Cruz Alta (9ª);
  • Bagé (13ª);
  • Santo Ângelo (14ª);
  • Bento Gonçalves (16ª);
  • Santa Rosa (17ª);
  • Rio Grande (18ª);
  • Santana do Livramento (19ª);
  • Vacaria (23ª);
  • Soledade (25ª);
  • Carazinho (39ª).

CREs sem previsão de retomada:

  • Porto Alegre (1ª);
  • São Leopoldo (2ª);
  • Estrela (3ª);
  • Guaíba (12ª);
  • Cachoeira do Sul (24ª);
  • Canoas (27ª);
  • Gravataí (28ª).

Alguns municípios da região de Pelotas e de Rio Grande não tiveram aulas hoje e não terão amanhã devido à situação dos dois municípios.

Rodovias

As chuvas que atingiram o estado provocam danos e alterações no tráfego nas rodovias estaduais gaúchas. Atualmente, são 91 trechos em 40 rodovias com bloqueios totais e parciais, entre estradas e pontes, conforme boletim das 18h desta terça-feira (7/5).

As informações são do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), consolidadas com o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), abrangendo também rodovias concedidas e as administradas pela Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR).

A Secretaria de Logística e Transportes (Selt) trabalha para desobstruir as rodovias o mais rápido possível, de maneira a garantir o tráfego de veículos e pedestres. Veja a seguir a situação de cada rodovia atingida.

Acompanhe tudo sobre:Rio Grande do SulEnchentes no RSEnchentesChuvas

Mais de Brasil

Nova bolsa de valores, 'epicentro' de data centers e inovação: as apostas do Rio para crescer

Em Porto Alegre, Defesa Civil alerta para risco de novos temporais com ‘ventos intensos’ e granizo

Ministério da Saúde amplia vacinação contra dengue; veja nova faixa etária

Reviravolta em julgamento sobre 'sobras eleitorais' pode anular eleição de sete deputados; entenda

Mais na Exame