Brasil

Chuvas afetam 744 mil pessoas no RS; mortes sobem para 78

Dos 497 municípios gaúchos, 334 foram afetados pelos temporais

Efeito das chuvas em São Sebastiao do Cai, no Rio Grande do Sul  (Anselmo Cunha/AFP)

Efeito das chuvas em São Sebastiao do Cai, no Rio Grande do Sul (Anselmo Cunha/AFP)

Agência Brasil
Agência Brasil

Agência de notícias

Publicado em 5 de maio de 2024 às 14h04.

Última atualização em 5 de maio de 2024 às 18h51.

As fortes chuvas que atingem o Rio Grande do Sul (RS) desde a semana passada já afetaram mais de 844,67 mil pessoas. Até o momento, 78 pessoas morreram, de acordo com o último boletim da Defesa Civil divulgado às 18h deste domingo, 5. Outros quatro óbitos ainda estão em investigação e 175 pessoas ficaram feridas. Há ainda 105 pessoas desaparecidas.

O número de óbitos superou a última catástrofe ambiental do estado em setembro de 2023, quando 54 pessoas perderam a vida devido a passagem de um ciclone extratropical. As autoridades afirmam que este é o pior desastre climático da história gaúcha.

Os impactos das chuvas

As chuvas também obrigaram 95,7 mil pessoas a abandonarem suas casas, entre 104,6 mil desalojados e 16,6 mil desabrigados. Dos 497 municípios gaúchos, 334 foram afetados pelas fortes chuvas, o que representa 67,2% das cidades do estado.

Ainda de acordo com o balanço mais recente das infraestruturas estaduais, mais de 420 mil pontos no estado seguem sem energia elétrica e 839 mil residências (27%) sem abastecimento de água.

As chuvas também provocam danos e alterações no tráfego nas rodovias estaduais gaúchas. Neste domingo, 5, são registrados 113 trechos em 61 rodovias com bloqueios totais e parciais, entre estradas e pontes.

No fim da manhã deste domingo, 5, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva; os presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira; do Senado, Rodrigo Pacheco, e do Tribunal de Contas da União (TCU), Bruno Dantas, desembarcaram na Base Aérea de Canoas (RS). A comitiva também é composta por 13 ministros; pelo comandante do Exército, general Tomás Paiva; pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin; e pela primeira-dama Janja Lula da Silva.

Acompanhe tudo sobre:Rio Grande do SulChuvas

Mais de Brasil

Quero ser responsável pela vitória dele, diz Lula no lançamento da candidatura de Boulos em SP

Com esquerda em peso e até bolsonarista, PSD oficializa candidatura de Paes sem definir vice

Vamos colocar a periferia em primeiro lugar, diz Boulos ao oficializar candidatura ao lado de Lula

Fuad e Kassab apostam em discurso moderado e feitos da gestão para reeleição em prefeitura BH

Mais na Exame